Publicado em 23/08/2017 as 1:00pm

Laconia (NH) decreta “Tolerância Zero” para indocumentados

A informação foi confirmada pelo Departamento de Polícia para a Mediadora Judicial, Sue O´Brien.

Laconia (NH) decreta “Tolerância Zero” para indocumentados Sue O Brien confirmou as informações com a polícia da Laconia.

O jornal Brazilian Times registrou em edições anteriores os vários casos envolvendo prisões e detenções policiais a brasileiros no estado de New Hampshire, as quais terminaram com processos em Tribunais de Imigração. Nas matérias, o noticioso alertou que este tipo de ação estava acontecendo com frequência e orientou a todos para tomarem cuidado.

No dia 19, a mediadora judicial, Sue O´Brien, reforçou o alerta e confirmou que realmente as prisões estão acontecendo e que algumas regiões de NH se tornaram um perigo para os imigrantes indocumentados.

O´brien ressaltou que as várias notícias sobre prisões de indocumentados em NH chamou a sua atenção. Por isso ela resolveu ligar para o Departamento de Polícia de Lacônia, no condado de Belknap, e para sua surpresa foi informada de que os polícias da região adotaram o sistema de “Tolerância Zero” para imigrantes em situação ilegal nos Estados Unidos.

De acordo com a mediadora, é que a ordem é para prender imigrantes criminosos ou não e parar veículos conduzidos por eles, mesmo sem haver infrações de trânsito. “O policial fica atrás do veículo e checa as informações da placa, ao constatar que o veículo pertence a um imigrante, ele realiza a abordagem. Basta ver um nome diferente no registro que o oficial inicia a parada”, explica.

Ela acrescenta que tem conhecimento de que várias regiões de New Hampshire adotaram uma política agressiva para conter a imigração ilegal e isso inclui prisões mesmo de quem não tem problemas coma justiça. “Eu já entrei em contato com o escritório do governador, o republicano Chris Sunnunu, para conversar sobre o assunto e confirmar se as ações acontecem em todo o estado ou é apenas em algumas regiões”, disse ela.

A mediadora fala que sua intenção, ao fazer o alerta, não é causar pânico e nem assustar os imigrantes, mas orientá-los para que não sejam presos pela imigração por pequenos erros. “Eu amo a minha comunidade e há 17 anos busco fazer o melhor por ela. Não quero ver meus compatriotas presos pela imigração, sendo que poderiam evitar isso”, continua.

O escritório de O´Brien, a OBTS, está cuidando de vários casos envolvendo brasileiros que foram presos na região da Laconia e outras cidades de New Hampshire. “Infelizmente a parada policial resultou pata estas pessoas em um processo de deportação, mesmo meus clientes não tendo problemas com a justiça e muito menos coma imigração. Eles foram presos pelo simples fato de serem indocumentados dirigindo em um local onde a tolerância é zero”, explica.

Fonte: Redação - Brazilian Times