Publicado em 27/08/2017 as 9:00am

Nove adolescentes brasileiros estão em abrigo de imigração em Illinois

Pelo menos nove adolescentes brasileiros estão detidos em abrigos de imigração em Chicago...

Nove adolescentes brasileiros estão em abrigo de imigração em Illinois Vitor Fraga foi detido quando tentava entrar nos EUA pelo aeroporto de Houston, no Texas.

Pelo menos nove adolescentes brasileiros estão detidos em abrigos de imigração em Chicago (Illinois), de acordo com informações divulgadas pelo Itamaraty nesta semana. No mesmo local está o jovem Vitor Fraga, que foi detido há pouco mais de duas semanas ao ser impedido de entrar nos Estados Unidos.

Vitor estava acompanhado da avó e tinha uma autorização assinada pelos pais que lhe permitia viajar sozinho. De acordo com as informações, o rapaz foi barrado pelo motivo de estar com Visto de Turista e estar matriculado em uma escola da rede pública. A matrícula foi feita por uma madrinha do rapaz que mora nos EUA.

Ao ser entrevistado sobre o assunto, o pai nega que o filho tinha intenção de permanecer no país. Ele afirmou que o jovem queria apenas passear e participar de algumas aulas de inglês. Mas uma pessoa próxima à família revelou para a imprensa que os planos eram outro e que Vitor iria ficar.

A fonte disse que “o adolescente tinha intenção de ficar com a madrinha, estudar e permanecer por um tempo nos EUA”. Ainda, de acordo com os relatos, Vitor estava acompanhado da avó que ficaria um mês no país. “Já ele, iria ver se era isso que queria para sua vida e decidiria se ficaria ou não”.

O brasileiro está em um quarto com três imigrantes senegaleses e foi obrigado a entregar os seus pertences, inclusive as roupas do corpo. Vitor também tomou algumas vacinas e está seguindo regras rigorosas, tais como acordar cedo, arrumar o quarto, estudar e participar de três refeições por dia. Além disso, ele não pode sair do abrigo sem autorização e não tem acesso à internet.

O pai de Vitinho está nos Estados Unidos, hospedado em um hotel na cidade de Chicago. Ele trabalha na área de comércio exterior e viajou para o país assim que soube da detenção.
O brasileiro aguarda uma audiência para decidir o seu futuro, mas segundo especialistas, não é garantido que ele será liberado.

Fonte: Redação - Brazilian Times

Top News