Publicado em 13/11/2017 as 1:00pm

Candidata a liderar o DHS não defende muro com o México

A escolha do Presidente Donald Trump para o Departamento de Segurança Interna disse perante o Senado, que tem de aprovar o seu nome, que não vê necessidade de haver um muro com o México em toda a fronteira.

Candidata a liderar o DHS não defende muro com o México Trump e Kirstjen Nielsen, a mulher que pode comandar o DHS

A escolha do Presidente Donald Trump para o Departamento de Segurança Interna disse perante o Senado, que tem de aprovar o seu nome, que não vê necessidade de haver um muro com o México em toda a fronteira.

Kirstjen Nielsen parece assim não estar alinhada com a posição oficial da Administração Trump e daquela que foi uma das principais promessas de campanha: a construção de um muro com o México.

Um ano depois, o projeto está ainda parado por falta de verba.

A candidata ao cargo promete “trabalhar com as autoridades locais no terreno para encontrar as melhores soluções para a segurança na fronteira”, incluindo o uso de tecnologia.

Para além do “caso” do muro na fronteira, Kirstjen Nielsen terá outros dossiers a cargo: segurança de aeroportos e fronteiras, política de imigração, resposta a emergências e admissão de refugiados.

Nielsen, de 45 anos, era a vice de Segurança Interna de John Kelly, no início do mandato de Trump, antes de o general passar a chefe de gabinete do Presidente dos Estados Unidos.

Fonte: Redação - Brazilian Times