Publicado em 18/12/2017 as 7:00pm

Três brasileiros estão entre os 101 presos pelo ICE em NJ

Além do ICE, apoiaram esta operação o Homeland Security (HSI) e o escritório do US Customs and Border Protection (CBP) em New Jersey.

Três brasileiros estão entre os 101 presos pelo ICE em NJ Prisões fazem parte de um grande esaforço contra a imigração ilegal.

Um cidadão mexicano que está nos estados Unidos ilegalmente, que tem uma condenação por agressão sexual a um menor, está entre 101 estrangeiros detidos durante uma megaoperação, que durou cinco dias, realizada pela US Immigration and Customs Enforcement (ICE) na semana passada em New Jersey.

De acordo com as informações, a operação visou imigrantes criminosos, aqueles que reentraram e outros infratores das leis de imigração, tais como quem está no país ilegalmente.

Além do ICE, apoiaram esta operação o Homeland Security (HSI) e o escritório do US Customs and Border Protection (CBP) em New Jersey.

Dos presos detidos, 80% são imigrantes criminosos condenados e 80% tinham condenações anteriores. Esta operação acontece dias após a agência de imigração anunciar um aumento de 40% em prisões ao logo de todo o país no ano passado.

“Os resultados obtidos por este trabalho reforçam o compromisso constante do ICE para manter a segurança pública dos cidadãos dos EUA”, disse John Tsoukaris, diretor de campo do ERRO em Newark. “Como parte desta operação, continuamos o foco na prisão de pessoas que são criminosas e representam alguma ameaça à segurança pública e segurança nacional”.

O agente especial do HSI em Newark, Michael Mccarthy, disse que a agência também está empenhado em alavancar sua ampla jurisdição para promover a segurança pública em New Jersey.

O diretor interino do escritório do ICE em New York, Leon Hayward, disse que está extremamente orgulho da agencia ter feito parte desta operação. “É através de esforços como este que conseguimos prender os criminosos que ameaçam a nossa nação”, afirmou.

Entre os imigrantes preso estão três brasileiros. A agência não divulgou os nomes, apenas a quantidade de cada país. Também foram presos imigrantes da Colômbia (4), Congo (1), Costa Rica (3), Cuba (4), República Dominicana (18), Equador (2), Egito (2), El Salvador (7), Etiópia (1), Geórgia (1), Guatemala (6), Guiana (3), Haiti (3), Honduras (8), Jamaica (1), Coréia (2), Libéria (1), México (15), Nicarágua (1), Nigéria (1), Paquistão (1), Filipinas (2), Peru (2), Portugal (1), Espanha (2), Turquia (2), Reino Unido (1), Ucrânia (1), Venezuela (1) e Vietnam (1).

Estes imigrantes foram presos nos seguintes condados: Atlantic (2), Bergen (6), Burlington (7), Camden (11), Cumberland (3), Essex (14), Hudson (15), Mercer (6), Middlesex (11), Monmouth (3), Morris (1), Passaic (9), Somerset (4), e Union (6). Além disso foram realizadas prisões nos condados de New York: Kings (1), New York (1), e Suffolk (1).

Fonte: Redação - Brazilian Times

Top News