Publicado em 8/01/2018 as 3:00pm

Admissões de refugiados nos EUA têm início lento no ano fiscal de 2018

Os Estados Unidos admitiram cerca de 5 mil refugiados nos primeiros três meses do ano fiscal de...

Admissões de refugiados nos EUA têm início lento no ano fiscal de 2018 Foram admitidos apenas 5 mil refugiados nos primeiros três meses do ano fiscal de 2018.

Os Estados Unidos admitiram cerca de 5 mil refugiados nos primeiros três meses do ano fiscal de 2018, resultado muito abaixo de períodos semelhantes nos últimos anos, após o governo de Donald Trump implementar medidas mais rigorosas no processo de admissão.

A menos que o ritmo de admissões acelere, o número de refugiados permitidos em solo americano cairá abaixo do limite máximo de 45 mil estabelecido por Trump no último outono no Hemisfério Norte. Esse limite é o mais baixo desde que o programa de refugiados teve início, em 1980.

Os números mais baixos registrados em outubro, novembro e dezembro, no primeiro trimestre do ano fiscal, refletem uma série de políticas do governo Trump, incluindo uma suspensão quase total de admissões de 11 países, incluindo Irã, Iraque, Somália e Síria. Durante a maior parte desse período, o governo somente permitiu a entrada de pessoas que pudessem ser do "interesse nacional" dos EUA.

"Nosso trabalho é equilibrar a necessidade de proteger os refugiados legítimos com a necessidade de proteger nossa segurança", disse a diretora associada de refugiados, asilo e operações internacionais na agência dos Serviços de Cidadania e Imigração dos EUA, ligada ao Departamento de Segurança Interna (DHS, nas sigla em inglês). Fonte: Dow Jones Newswires.

Fonte: Redação - Brazilian Times