Publicado em 12/01/2018 as 12:00pm

Fórum debate uso de lei anti-imigrante em Falmouth (MA)

Cerca de 70 pessoas, de Falmouth, Martha´s Vineyard e algumas regiões próximas, lotaram a...

Fórum debate uso de lei anti-imigrante em Falmouth (MA) O Senador Jamie Eldridge patrocina o projeto que combate o programa anti-imigrante.

Cerca de 70 pessoas, de Falmouth, Martha´s Vineyard e algumas regiões próximas, lotaram a sala de reuniões da Hermann Foundation, na Livraria Pública de Falmouth. O encontro aconteceu na noite de segunda-feira, dia 08, e teve como objetivo discutir o Safe Community Act, uma proposta de lei estadual que redefiniria a maneira como o Condado lidaria com a leia 287(g).

A proposta proibiria os acordos entre as autoridades locais e o Immigration and Customs Enforcement (ICE) em uma parceria para a utilização do programa 287 (g), que dá poderes de agente de imigração aos policiais.

O escritório do xerife do Condado de Barnstable, James M. Cummings, solicitou no mês passado que o ICE firmasse a parceria, conforme foi relatado pelo Brazilian Times em edições anteriores. Na semana passada, a Assembleia do Condado de Barnstable rejeitou uma proposta que se opunha a este tipo de parceria.

"Eu acompanhei a história sobre o xerife Cummings e queria saber os detalhes do projeto de lei", disse a residente de Falmouth, Erica M. Szuplat.

O evento, na segunda-feira, foi co-patrocinado pela Cape Cod Coalition for Safe Communities, o Falmouth Racial Justice League e a MIRA (Massachusetts Immigrant and Refugee Advocacy), entre outros, Falmouth Democratic Town Committee, Falmouth Racial Justice League e Falmouth Democratic Town Committee.

O senador estadual, Viriato M. de Macedo, também participou do evento e Pamela B. Rothstein leu uma declaração de Susan L. Moran, presidente da Câmara de Vereadores de Falmouth, que não pôde comparecer porque estava em uma reunião semanal do conselho naquela noite.

A declaração de Moran expressou o apoio a mensagem anterior do chefe de polícia de Falmouth, Edward A. Dunne, de que o departamento não mudou e não mudará a forma como opera na comunidade depois que o presidente Donald Trump reeditou o Programa Comunidades Seguras, que permite essas ligações entre o ICE e aplicação da lei local. A polícia de Falmouth também estavam no fórum.

A fundadora da Engage Falmouth, Jarita Davis, apresentou dois palestrantes, Mark Gabriele, com a Cape Cod Coalition for Safe Communities e Liza J. Ryan, diretora de organização da MIRA, com sede em Boston.

Gabriele disse que sua organização, de Orleans, foi formada como reação às ordens executivas do presidente Trump sobre imigração. O grupo ajudou a aprovar quatro resoluções de comunitárias seguras nas cidades do Cape, Wellfleet, Eastham, Dennis e Brewster e continua a lutar para que aconteça em outras áreas.

Ele explicou detalhes sobre o Safe Community Act, patrocinado pelo Senador Jamie Eldridge e pela Deputada Estadual Juana Matias. “O 287 (g) leva usa dólares para pagar empregos federais".

A representante da MIRA relatou que um em cada seis cidadãos de Massachusetts são imigrantes, vindos de países como a China, Brasil, Haiti, El Salvador, Vietnã e outros.

Uma preocupação é que o programa possa abrir a porta para investigações de imigração e possíveis deportações de pessoas detidas por crimes civis ou aqueles que não provam a culpa do acusado. "Não é uma ofensa criminal estar aqui sem a documentação adequada", disse Ryan. "Isso é uma ofensa civil", fala comparando esta ofensa com uma multa de estacionamento.

O projeto de lei deve ser apresentado antes de 8 de fevereiro para ser elegível para uma votação.

Fonte: Redação - Brazilian Times