Publicado em 24/01/2018 as 4:00pm

Filho de pai preso na fronteira dos EUA retorna ao Brasil

Sidielson e Samuel da Cruz foram detidos quando cruzavam clandestinamente a divisa do México com o Arizona.

Após lutar durante quase um mês para reaver a custódia do filho, a mineira Sirley Bitencourt finalmente reencontrou Samuel da Cruz, de 6 anos, no Brasil. Em 21 de dezembro do ano passado, o menino e seu pai, Sidielson da Cruz, foram detidos por patrulheiros quando cruzavam clandestinamente a fronteira dos Estados Unidos com o México. Por ser cidadão norte-americano nato, a criança foi encaminhada pela Justiça dos EUA a uma família temporária e o pai detido num centro no Arizona. Desde então, começou o drama da família do menor para reavê-lo, entretanto, no sábado (20), graças à ajuda de amigos, autoridades e ativistas comunitários, a história teve um desfecho feliz. O menino embarcou com a acompanhante, Lia Resende, moradora em Stoughton (MA), num voo saído do Phoenix Sky Harbor International Airport, Arizona, rumo ao Brasil.

“Essa foto não e apenas a união de uma família e o exemplo de um órgão, de uma profissional brasileira que ninguém conhece, mas que tenho o prazer de trazer a todos, Darla Duarte, responsável do Conselho Tutelar da cidade de Pescador; que foi acionada e não mediu esforços para fazer seu trabalho com dignidade, respeito e competência! Em nenhum momento ela deixou de ser profissional e olhem que eu a perturbei dia e noite, qualquer exigência que partia do estado do Arizona a gente ligava, explicava e ela com a sua calma e eficiência fez seu trabalho brilhante que mesmo por e-mail o juiz da Court (Vara) de Família no Arizona aceitou sabendo que o trâmite legal continua, pois o relatório de mais de 12 páginas precisa ser traduzido oficialmente no Brasil, ser feito apostilamento junto ao Tribunal de justiça de Minas Gerais e encaminhado ao Itamaraty para seguir até as mãos deste Juiz! E por este relatório nossa causa foi ganha provamos que a mãe Sirley Bitencourt tem condições de criar seu filho! Está mulher, profissional merece os nossos agradecimentos! São por estes profissionais íntegros que tenho fé e esperança no nosso Brasil! Samuel com sua mãe em solo Brasileiro!” Compartilhou Sirley em sua página no Facebook.

ENTENDA O CASO:

Em 21 de dezembro, Samuel da Cruz, de 6 anos, e o pai, Sidielson da Cruz foram detidos por agentes da Patrulha da Fronteira (BP) quando cruzavam a divisa entre o país vizinho e o Arizona. O menino nasceu nos Estados Unidos e, portanto, foi separado do pai, que lutava desesperadamente para reaver a guarda da criança. Segundo as autoridades, a custódia do menor poderia ser passada para outra família nos EUA; uma vez que Cruz se encontra detido e em situação irregular no país. Em 26 de dezembro, a ativista comunitária Lídia Souza, moradora em Stoughton (MA), iniciou no website GoFundMe.com a campanha beneficente: https://www.gofundme.com/tdx33t-back-home, cujo objetivo era angariar US$ 10 mil para libertar Sidielson da prisão e ajuda-lo a recuperar a custódia do filho. (fonte: Brazilian Voice)

Fonte: Redação - Brazilian Times