Publicado em 8/08/2018 as 8:11am

Sete empresas de NY aderem ao programa “anti-imigrante” IMAGE

No dia 02, mais de meia dúzia de empresas sediadas em New York fizeram parceria com o...

Sete empresas de NY aderem ao programa “anti-imigrante” IMAGE A empresa que fechou parceria com o ICE opera ônibus escolares e transporte público em NY.

No dia 02, mais de meia dúzia de empresas sediadas em New York fizeram parceria com o Immigration and Customs Enforcement (ICE), Homeland Security Investigations (HSI). Em uma cerimônia, elas confirmaram participação ao programa IMAGE, que também é chamado de “Acordo Mútuo do ICE entre Hoverno e Empregadores”.

O Trans Group e suas cinco empresas subsidiárias, com sede em Spring Valley (NY), opera com mais de 1.300 veículos, empregam mais de 2.000 funcionários e prestam serviços de transporte a milhares de passageiros anualmente.

Desta forma, as empresas da marca The Trans Group é uma das maiores na área de operações de transporte escolar e público da região. As cinco empresas subsidiárias são as seguintes: EBT, Inc.; Educational Bus, Inc., Educational Bus Transportation, Inc.; Chestnut Ridge Transportation, Inc.; e Student Xpress de Hudson Valley.

A Applied DNA Sciences (ADNAS), sediada em Stony Brook, NY, tem aproximadamente 61 funcionários. A empresa fornece soluções de segurança e autenticação com base molecular que ajudam a proteger produtos, marcas, cadeias de fornecimento inteiras, governos e consumidores contra roubo, falsificação, fraude e desvio.

"Sou grato por estes líderes empresariais e profissionais que estão dispostos a fazer o que é certo e legal. O programa IMAGE não serve apenas para garantir boas práticas de negócios, mas tem sido fundamental na exposição de outras formas de criminalidade investigadas pela HSI, como tráfico e contrabando de pessoas”, disse Angel M. Melendez, agente especial encarregado da HSI em New York. "Práticas ruins de contratação podem levar os indivíduos a serem forçados a trabalhar por salários mais baixos em más condições de trabalho e até mesmo contra sua vontade. É por isso que uma parceria como esta é tão importante".

“O Trans Group adere aos mais rígidos procedimentos de contratação, incluindo verificações de antecedentes criminais, registros, verificações de emprego anteriores, verificações de referência de caráter e testes de drogas. A adição ao IMAGE fortalece ainda mais nossas práticas de contratação e nos permite manter uma força de trabalho legal. Nossa preocupação número um é o transporte seguro de passageiros, que começa com motoristas qualificados que estão autorizados a trabalhar", disse Patricia Riviello, vice-presidente de recursos humanos do The Trans Group.

Para se qualificar para a certificação do IMAGE, os parceiros concordam com a autoavaliação de suas práticas de contratação para descobrir vulnerabilidades que poderiam ser exploradas por trabalhadores não autorizados; inscrever-se no E-verify, um programa de verificação de elegibilidade no emprego; treinar a equipe para aplicar melhor o IMAGE e o uso de novas ferramentas de triagem; e passar por uma auditoria do formulário I-9 pelo ICE.

De acordo com o ICE, trabalhadores indocumentados criam vulnerabilidades no mercado de hoje, apresentando documentos falsos para obter emprego, preenchendo pedidos de benefícios fraudulentos e roubando identidades de trabalhadores legais dos Estados Unidos. Para combater isso, o ICE iniciou o programa IMAGE em 2006.

Fonte: Redação - Brazilian Times

Top News