Chegou o Classificado do Brazilian Times. Divulgue ou busque produtos e serviços agora mesmo!

Acessar os Classificados

Publicado em 7/11/2018 as 10:00am

Imigrante morre em hospital sob custódia do ICE

Um imigrante cubano que estava sob custódia do Departamento de Imigração e Fiscalização...

Imigrante morre em hospital sob custódia do ICE ICE afirma que morte não foi culpa da agência.

Um imigrante cubano que estava sob custódia do Departamento de Imigração e Fiscalização Alfandegária (ICE, sigla em inglês), no Centro de Detenção do Condado de Monroe (MCDC), em Key West, na Flórida, morreu na quinta-feira (02) em um hospital da região depois de não ter sido reanimado em sua cela.

Wilfredo Padron, de 58 anos, foi declarado morto no Lower Keys Medical Center (LKMC) em Key West, às 7:17 am. A causa oficial da morte continua sob investigação, mas acredita-se que seja morte natural relacionada ao coração.

A equipe do MCDC encontrou Padron sem reação em sua cela na quinta-feira, aproximadamente às 6:41 am, e imediatamente começou a ressuscitação cardiopulmonar (RCP) e também usou um Desfibrilador Externo Automático. Às 6:49 am, o Corpo de Bombeiros de Key West chegou e transportou-o para o LKMC, onde foi declarado morto.

Em consonância com os protocolos, as agências estaduais de saúde e de aplicação da lei foram notificadas sobre a morte, assim como o Escritório de Inspetores-Gerais do Departamento de Segurança Interna e o Escritório de Responsabilidade Profissional do ICE.

O ICE está firmemente comprometido com a saúde e o bem-estar de todos aqueles que estão sob sua custódia e está realizando uma revisão ampla sobre esse incidente. As fatalidades sob custódia do ICE, estatisticamente, são extremamente raras e ocorrem a uma fração mínima da taxa populacional detida nos EUA.

A revisão abrangente desta agência será conduzida pela liderança sênior do ICE para incluir o Enforcement and Removal Operations (ERO), o Escritório de Responsabilidade Profissional e o Gabinete do Conselheiro Jurídico.

O imigrante tinha várias condenações criminais na Flórida e no Texas e entrou sob custódia do ICE em 15 de agosto, devido a uma ordem final de deportação emitida por um juiz de imigração em novembro de 2001. Ele estava sob custódia até a deportação, de acordo com a lei federal.

Padron é o primeiro imigrante a morrer sob custódia do ICE no ano fiscal de 2019.

Fonte: Redação - Brazilian Times