Chegou o Classificado do Brazilian Times. Divulgue ou busque produtos e serviços agora mesmo!

Acessar os Classificados

Publicado em 5/12/2018 as 12:00pm

Brasileira é presa pelo ICE após suposta denúncia feita pelo marido

Uma história está gerando uma grande revolta nas redes sociais. De acordo com a publicação...

Brasileira é presa pelo ICE após suposta denúncia feita pelo marido Família de Adriana diz que ela está presa injustamente

Uma história está gerando uma grande revolta nas redes sociais. De acordo com a publicação feita por Filipe Jardim, que mora no Rio de Janeiro, sua tia Adriana Lessa Jardim foi presa por agentes do Departamento de Imigração e Alfândega (ICE, sigla em inglês) após ser denunciada, supostamente, pelo próprio marido.

Ela vive há 12 anos nos Estados Unidos e atualmente residia no Tennessee. Ela foi encaminhada a um centro de detenção do ICE em Louisiana. Uma publicação feita na página dela, no Facebook, alega que o “marido raptou seu filho Ryan”.

Adriana é casa com Rick Lee Stellick II desde 2007 e o filho do casal tem oito anos de idade. Apesar de estar casada com o norte-americano há algum tempo, ela não conseguiu se legalizar.

De acordo com uma denúncia feita pela família, o marido nunca permitiu que Adriana buscasse sua legalização, temendo que ela deixasse o país com o filho. Filipe afirma que a tia já havia pago mais de US$7 mil a uma advogada para se regularizar. Ele disse que o processo estava para ser concluído em favor da brasileira, mas Rick foi até à advogada e cancelou tudo.

Ainda segundo denúncia feita pelo sobrinho, Rick buscou o filho do casal na escola e não o levou para casa. “Adriana ficou assustada e ligou para a polícia e enquanto recebia assistência, os policiais viram no sistema que o marido dela havia feito uma queixa de agressão por parte da brasileira.

A partir deste ponto, ao invés de receber ajuda, Adriana foi levada sob custódia para a cadeia do Condado de Summer, em Hendersonville, cidade em que mora. Rick conseguiu uma medida protetiva e a brasileira ficou proibida de ter a guarda do filho.

Em18 de novembro ela foi liberada e conseguiu conversar com o filho através do telefone, depois que o marido deu a permissão. Mas em seguida, segundo a denúncia, ele teria ligado para a polícia e relatado que ela descumpriu a ordem. Por este motivo, foi novamente presa e desta vez entregue para as autoridades de imigração.

O sobrinho afirma que a tia foi presa injustamente e corre risco de ser deportada. Segundo as informações das autoridades, através do localizador de detentos do Immigration and Customs Enforcement, Adriana está presa no Centro de Detenção para imigrantes em Nashville, Tennessee.

Fonte: Redação - Brazilian Times