Chegou o Classificado do Brazilian Times. Divulgue ou busque produtos e serviços agora mesmo!

Acessar os Classificados

Publicado em 6/02/2019 as 10:00am

Três brasileiros indocumentados estavam em picape roubada e perseguida por 120 km

Um jovem foi detido depois de forçar várias agências de aplicação da lei a uma longa...

Três brasileiros indocumentados estavam em picape roubada e perseguida por 120 km Os imigrantes foram entregues para a Patrulha de Fronteira

Um jovem foi detido depois de forçar várias agências de aplicação da lei a uma longa perseguição de veículos, segundo a Patrulha de Fronteira do setor de Laredo, no Texas.

O incidente ocorreu na quinta-feira (31/01), quando um agente da Patrulha da Fronteira tentou deter um Ford F-250 de cor prata, ao sul de Encinal. O veículo havia sido roubado. O motorista da caminhonete se recusou a parar.

O agente solicitou assistência da Estação de Patrulha da Fronteira de Cotulla, do Departamento de Segurança Pública (DPS) do Texas e de outras agências locais.

O DPS assumiu a perseguição do veículo que terminou aproximadamente 120 quilômetros depois, na Interestadual 35.

A perseguição terminou depois que tropas do DPS instalaram um dispositivo para furar os pneus da picape. Após passar sobre o dispositivo, o motorista atingiu uma barreira de concreto. Seus ocupantes, incluindo o motorista, saíram correndo do veículo e tentaram fugir da apreensão.

Todos os ocupantes foram posteriormente detidos. O motorista era um cidadão dos Estados Unidos. Seus nove passageiros eram imigrantes indocumentados; cinco do México, três do Brasil e um da Guatemala. Após a prisão, uma arma foi encontrada no banco da frente da picape.

Os oficiais do DPS do Texas assumiram a custódia do motorista, que aguarda julgamento de várias acusações estaduais. Eles também assumiram a custódia do veículo e do revólver. Os imigrantes foram entregues à Patrulha da Fronteira.

Dois deles, juntamente com o motorista, sofreram ferimentos causados pelo acidente. Cada um foi levado a um hospital de San Antonio para tratamento.

Fonte: Redação Braziliantimes