Publicado em 16/02/2008 as 12:00am

'Turma da Mônica' chegou à China

Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali e todos os outros componentes da 'Turma da Mônica' acabam de acrescentar mais uma língua ao seu já longo currículo verbal, desta vez aquela que mais pessoas utilizam no Mundo o mandarim.

 Mônica, Cebolinha, Cascão, Magali e todos os outros componentes da 'Turma da Mônica' acabam de acrescentar mais uma língua ao seu já longo currículo verbal, desta vez aquela que mais pessoas utilizam no Mundo o mandarim. 

Na verdade, cinco revistas da série "Saiba Mais!" foram lançadas na China pela OEC - Online Eucation China, no seguimento de uma parceria estabelecida por aquela editora e pelo Consulado do Brasil de Xangai. O projecto estava em estudo há mais de um ano, tendo agora sido concretizado.

Os cinco títulos, protagonizados pelas principais criações de Maurício de Sousa, têm uma vocação didáctica e abordam os seguintes temas de forma leve e divertida "Descobrimento do Brasil", "Fenómenos da Natureza" (que chegará às bancas portuguesas em Março, uma vez que esta colecção está a ser distribuída bimestralmente entre nós desde o mês passado), "Futebol", "Meio Ambiente" e "Imigração". Para além das histórias aos quadradinhos, as revistas incluem também passatempos educativos. A China junta-se assim à meia centena de países que lê regularmente as histórias da 'Turma da Mônica', entre os quais Espanha, Indonésia, Coreia do Sul e Estados Unidos. Em entrevista ao 'Jornal de Notícias', em Novembro de 2006, aquando da sua passagem pelo Festival de BD da Amadora, Maurício de Sousa revelou que a "internacionalização" das suas criações implica alguns cuidados, para que não sejam feridas susceptibilidades em cada um dos mercados, confessando que os Estados Unidos são um dos mais susceptíveis.

Principal embaixadora dos quadradinhos brasileiros, com vendas mensais no Brasil na ordem dos dois a três milhões de exemplares, a 'Turma da Mônica' viu nascer as suas primeiras personagens, Bidú e Franjinha, em 1959, então no formato de tiras de imprensa que Maurício de Sousa vendia directamente aos jornais. O mais recente menino da Turma é português, tem o nome de António Alfacinha e fez a sua estreia na revista "Cebolinha nº7", ainda nas bancas portuguesas.

Fonte: (JORNAL DE NOTICIAS)