Publicado em 9/08/2008 as 12:00am

Americano morto em Pequim é sogro de técnico da seleção de vôlei

O Usoc (Comitê Olímpico Norte-Americano) revelou neste sábado que o turista do país assassinado por um chinês hoje em Pequim é o sogro do treinador da seleção masculina de vôlei dos Estados Unidos, Hugh McCutcheon

O Usoc (Comitê Olímpico Norte-Americano) revelou neste sábado que o turista do país assassinado por um chinês hoje em Pequim é o sogro do treinador da seleção masculina de vôlei dos Estados Unidos, Hugh McCutcheon.

Todd Bachman morreu após ser atacado pelo chinês Tang Yongming, 47, na Torre Drum, um monumento histórico muito visitado por turistas na capital chinesa. Sua mulher, Barbara, e um guia turístico local também foram agredidos por Yongming, que se suicidou após o ato.

"O senhor Bachamn e sua mulher, Barbara, estavam visitando a Torre Drum, em Pequim, na China, quando foram atacados por um assaltante armado com uma faca", diz comunicado do Usoc.

Segundo a entidade, Barbara Bachman sofreu lesões graves devido ao ataque, foi levada a um hospital de Pequim e corre risco de morre. Sua filha, Elisabeth, casada com McCutcheon, estava com os pais no momento da agressão, mas não ficou ferida.

O incidente aconteceu após as trocas de farpas entre os presidentes da China e dos Estados Unidos, Hu Jintao e George W.Bush, respectivamente.

Bush tem criticado a China pedindo maior liberdade de expressão no país."As sociedades que permitem a liberdade de expressão tendem a ser as mais prósperas e as mais pacíficas", disse o norte-americano, antes de ir ao estádio Ninho de Pássaro para acompanhar a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos, na sexta.

Jintao, que também recebeu críticas por vetar primeiramente a liberdade total de imprensa aos jornalistas presentes na Olimpíada chinesa, rebateu afirmando que o país "manteve os compromissos assumidos" e que a "China permanece fiel ao princípio de fazer uma Olimpíada ecológica, científica e humana".

A Interpol descartou a hipótese de que o assassinato tenha sido um ato terrorista. Após análises preliminares, a polícia internacional definiu o caso como "um ato isolado, embora brutal".

Fonte: (Folha Online)