Publicado em 1/09/2008 as 12:00am

Prefeita de Marlborough pune americano que urinou em bandeira brasileira

O lutador Chris Antal " The Skunk", é conhecido por ridicularizar e ofender pessoas e países inteiros no seu programa de TV a cabo. Mas suas ofensas estão com os dias contados

O lutador professional Chris Antal, “The Skunk” (ou gambá) rotineiramente despreza as decisões oficiais, ridiculariza a muitos com arrogância e ofende países inteiros no seu programa de TV a cabo. Certa vez, ele chegou a profanar a bandeira brasileira.

 

Recentemente, porém, a prefeita Nancy Stevens resolveu dar um golpe à sua maneira no arrogante lutador. Ela e outros membros da Marlborough Cable Trust votaram a favor da saída do programa Pro Wrestling do Ar. A razão principal: “ Gambá” perdeu o equipamento de vídeo que havia pegado emprestado da emissora.

 

“ Eu estou furioso”, gritou o lutador durante uma entrevista, com aquele tom de lutador profissional. “Isso é porque a Nancy me detesta. Ela diz que eu ridicularizo a cidade”.

 

A briga entre o lutador e a prefeita tem trazido bastante tensão na cidade. Enquanto muitos tentam tolerar o show de Chris Antal, que está no ar há cerca de 9 anos, outros vêm tudo isso como uma vergonha, que mancha o nome de Marlborough.

 

Antal afirmou que não vai desistir de seu show facilmente. Ele tinha planos de fazer muito barulho durante o desfile de Labor Day, realizado ontem, que em geral atrai a atenção de políticos que atuam no estado de Massachusetts.

 

Por outro lado, Nancy Stevens contratou os serviços de um advogado para negociar e discutir com Antal. E ela estava inflexível, na semana passada, confirmando que a decisão de suspender o show não tinha nada a ver com suas manias mostradas no Ar, durante seu programa.

“Entendam, por favor, que essa decisão não tem a ver com o programa, quero deixar isso bastante claro. Ele violou o contrato com a emissora na medida em que não substitui nosso equipamento de filmagem, que ele diz ter sido roubado.”

 

Na disputa, há o custo de repor a câmera e seus acessórios. O novo equipamento custaria $3400 dólares, mas Antal afirma que o equipamento era muito antigo e que ele pagaria somente $700 dólares para substituí-lo. “Vejam bem, a minha câmera digital tem cinco anos e eu ficaria contente se conseguisse alguém para me pagar 20 dólares por ela”.

 

A prefeita disse que Antal assinou um acordo com a emissora e que ele teria que pagar por qualquer equipamento danificado ou perdido, mas ele tem se recusado. O equipamento não estava no seguro. A prefeita é a diretora da estação que, junto com outros membros do “board”, votaram 5 a Zero em suspender o programa até que Antal concorde em pagar pela compra do novo equipamento.

 

Urinou na bandeira brasileira

 

Antal tem realizado seu programa há quase 9 anos, levando a câmera com ele para os ringues e interliga as lutas com seus comentários políticos e sociais. Sem perdão, ele tem arrasado certas figuras públicas. Certa vez, ele usou uma máscara do Porky Pig (O porco porquinho) para imitar o prefeito anterior, Dennis Hunt. “ Gambá” afirma também, em seu programa, que os crimes, álcool e abuso de drogas estão em alta na cidade.

 

Ele urinou numa bandeira brasileira durante um dos seus programas, levantando irritação local e internacional, depois que as imagens foram apresentadas numa emissora brasileira. Como resultado, perdeu seu contrato de trabalho na Hopkinton, uma empresa de engenharia ótica.

A residente de Marlborough, Nanette Goldstein disse que ficou feliz com a retirada do program do Ar. “ Ele foi longe demais e era péssimo para a imagem de nossa cidade”.

Joseph Correia, outro residente de Marlborough, afirmou que raramente assistia ao show, mas não via muita razão para tirá-lo do Ar.
 

Fonte: (The New York Times)