Publicado em 4/09/2008 as 12:00am

Brasileira desaparece após passagem de furacão em Porto Rico

Uma brasileira está desaparecida e um jovem colombiano morreu depois de serem arrastados na segunda-feira, 1, por uma correnteza durante passeio em um rio na área sudeste de Porto Rico

Uma brasileira está desaparecida e um jovem colombiano morreu depois de serem arrastados na segunda-feira, 1, por uma correnteza durante passeio em um rio na área sudeste de Porto Rico durante a passagem do furacão Hanna, informaram as autoridades. A estudante desaparecida é a brasileira Fernanda Okumura, de 22 anos, a quem uma equipe de resgate da Agência Estatal para a Gestão de Emergências e Administração de Desastres (Aemead) está procurando na área.

Os dois jovens estavam em Porto Rico como parte de um programa de troca entre universidades internacionais. O jovem que morreu foi identificado como Alejandro López Pabón, de 29 anos e estudante de Biologia da Faculdade de Ciências Naturais da Universidade de Porto Rico. Ele participavam de uma excursão no rio junto com a colombiana Ana María Sánchez, de 22 anos, e o canadense Jeremis Menuier, de 25 anos, quando o nível da água subiu de repente devido às fortes chuvas que caíam na região.

O furacão Hanna perdeu parte de sua força e foi rebaixado para tempestade tropical enquanto castigava hoje as Bahamas e outras ilhas do Oceano Atlântico. A tempestade derrubou árvores e postes e deixou Providenciales, capital das Ilhas Turks e Caicos, sem luz.

O presidente da Universidade de Porto Rico, Antonio García Padilla, expressou seu pesar por "uma adiantada perda que destrói o talento, os sonhos e o compromisso de um jovem de nacionalidade colombiana que veio a nosso país se educar conosco". "Mantemos viva a esperança de que a jovem Okumura possa ser encontrada com vida", acrescentou.

"Recebam seus parentes e todos os estudantes, professores e amigos nossa solidariedade e apoio neste momento tão difícil. Agradecemos a todas as autoridades, especialmente a Aemead, todos seus esforços para resgatá-los e ciframos nossas esperanças na busca que continuará na quarta", disse.

Haiti

Pelo menos dez pessoas morreram em Gonaives, no norte do Haiti, devido às inundações causadas no país pelas chuvas da tempestade tropical Hanna, que poderia se transformar de novo em furacão, informou hoje a Polícia.

O Centro Nacional de Meteorologia declarou a situação de alerta em todo o país, mas estabeleceu nível de vigilância vermelho na zona norte e amarela no resto, perante a presença da tempestade, situada ao noroeste do Haiti.

Fonte: (Da redação)