Publicado em 9/11/2008 as 12:00am

Tia de Obama luta para não ser deportada

Alguns dias antes das eleições americanas, soube-se que uma tia de Barack Obama estaria vivendo em Boston ilegalmente por 5 anos, mesmo tendo recebido uma ordem de um juiz da imigração para deixar o país, em 2004.

Alguns dias antes das eleições americanas, soube-se que uma tia de Barack Obama estaria vivendo em Boston ilegalmente por 5 anos, mesmo tendo recebido uma ordem de um juiz da imigração para deixar o país, em 2004.  O juiz rejeitou seu pedido de asilo.

O advogado de Zeituni Onyango, que é natural do Kenia, afirmou que vai  brigar contra a sua ordem de deportação, acrescentando que a tia do presidente tem esperança de permanecer nos EUA.

A Associated Press recebeu uma informação de que ela estaria com parentes na cidade de Cleveland, Ohio, depois que a foto do prédio onde morava apareceu em todos os jornais do país.

 

Onyango é meia-irmã do pai de Obama

O escritório de campanha de Obama tinha afirmado, na semana passada, que desconhecia o status imigratório da tia do presidente eleito, mas que ela deveria obedecer a lei.

Um advogado na cidade de Cleveland afirmou, também, que Onyango está tentando esgotar suas opções legais e que teria feito uma requisição para reabrir o caso e, até mesmo, entrar com um apêlo humanitário a seu favor.

Fonte: (Da redação)