Publicado em 9/12/2008 as 12:00am

Casa Branca e congressistas chegam a acordo sobre socorro a montadoras

Pacote de US$ 15 bilhões visa ajudar as três maiores montadoras dos EUA. Plano pode ser votado ainda nesta quarta (10)

A Casa Branca e os congressistas democratas chegaram nesta terça-feira (9) à noite a um acordo para aprovar o pacote de US$ 15 bilhões de socorro à indústria automobilística.

Na reunião, houve consenso sobre os principais pontos do projeto. As três maiores montadoras norte-americanas - General Motors (GM), Ford e Chrysler – vão receber empréstimos do governo em troca de participação nas empresas. O pacote pode ser votado ainda nesta quarta-feira (10).

Segundo a imprensa americana, o plano prevê a nomeação de um comitê de controle formado por integrantes do governo e presidido por uma personalidade independente, nomeada pelo presidente. Esse comitê fixaria os critérios para uma estrita reestruturação de empresas beneficiárias.

O comitê seria composto por cinco integrantes do gabinete e pelo diretor da Agência de Proteção Ambiental (EPA), sob a direção de um "czar do automóvel" independente. 

Valor inferior

O valor de US$ 15 bilhões é inferior aos US$ 25 bilhões proposto pelos democratas e os US$ 34 bilhões que, na semana passada, os executivos das três empresas solicitaram.

Somente a GM reclamava um total de US$18 bilhões. A Chrysler disse necessitar de US$ 7 bilhões para fazer frente a seus vencimentos no primeiro trimestre de 2009. Já a Ford, a menos afetada a curto prazo, pediu uma linha de crédito de US$ 9 bilhões, que espera não ter de usar. 

Fonte: (G1)