Publicado em 6/04/2009 as 12:00am

Número de mortos em terremoto na região central da Itália já passa de 100

O número de mortos pelo terremoto que sacudiu a região central da Itália na madrugada desta segunda-feira (6)

  

O número de mortos pelo terremoto que sacudiu a região central da Itália na madrugada desta segunda-feira (6) - noite de domingo, 5, no Brasil -já passa de 100, segundo novo balanço divulgado pelas autoridades regionais.

O tremor atingiu a região de Áquila, área montanhosa a leste de Roma.

A procura por sobreviventes sob os escombros prossegue, e as autoridades temem que mais vítimas sejam encontradas. Durante toda a manhã, O presidente do Parlamento, Gianfranco Fini, disse que cidades inteiras foram destruídas pelo tremor.

Cerca de 50 mil pessoas estão desabrigadas, de acordo com a Defesa Civil. O número de feridos passa de 1.500. Ainda há muitos desaparecidos, segundo as autoridades.

A pequena Áquila, cidade de 60 mil habitantes do estado de Abruzzo, foi a mais atingida. O tremor ocorreu de madrugada, quando a maioria dos habitantes dormia.

Os danos atingiram a maior parte do município. Pelo menos 10 mil imóveis foram danificados. Um albergue de estudantes e algumas igrejas históricas ruiram. Carros foram soterrados pelos escombros, e motoristas demoraram horas para serem resgatados.

Brasileira sentiu tremor

A brasileira Luisa Gomes Mendonça, de 42 anos, mora em Riano, na província de Roma, e contou ao G1, por telefone, que sentiu o tremor na madrugada. "O cachorro latiu e nós sentimos tudo tremendo. Até saímos na rua para ver o que era". Ela disse que a família do marido mora na região afetada pelo terremoto, mas que estão todos bem. 



Fonte: (G1)