Publicado em 17/08/2009 as 12:00am

Agência reguladora dos EUA fecha banco Colonial

O banco americano Colonial, um dos mais afetados pela crise hipotecária nos Estados Unidos, foi fechado nesta sexta-feira por agências reguladoras financeiras

 

O banco americano Colonial, um dos mais afetados pela crise hipotecária nos Estados Unidos, foi fechado nesta sexta-feira por agências reguladoras financeiras. A quebra do Colonial é a 74ª falência de uma instituição financeira americana desde o início de 2009 e está considerada a maior quebra bancária desde janeiro de 2009.

            Em um comunicado, a agência reguladora Federal Deposit Insurance Corporation (FDIC), que garante os depósitos bancários do país, afirmou que a maioria dos ativos do banco – avaliados em US$ 25 bilhões – foram comprados pelo banco BB&T.

            Segundo a FDIC, as 346 agências do banco reabriram neste último sábado e operam como agências do BB&T. A reguladora afirmou ainda que os depósitos serão garantidos pela FDIC. O Colonial possuía U$25 bilhões em ativos e outros US$20 bilhões em depósitos. O grupo BT&T comprou US$22 bilhões em ativos e o restante ficará com o FDIC.

            A agência anunciou ainda a quebra de outra instituição bancária, a financeira Dwelling House Savings and Loan Association, de Pittsburgh. Analistas afirmam que outros 200 bancos americanos podem anunciar a falência nos próximos meses, o que poderia desacelerar a recuperação da economia dos EUA.

Fonte: (G1)