Publicado em 19/09/2011 as 12:00am

Semana do Trabalhador instrui brasileiros sobre investimentos

Em evento ocorrido na sexta-feira(16), na Igreja Santo Antônio, em Somerville ? MA, brasileiros tiraram dúvidas sobre como investir corretamente

Aconteceu na sexta-feira(16), na Igreja de Santo Antônio, Somerville (MA), a 5ª Edição do Programa de Educação Financeira e Capacitação Empreendedora, em parceira com a Caixa Econômica Federal e o SEBRAE, com o objetivo de ensinar técnicas de gestão financeira a brasileiros residentes em Massachusetts. Os que participaram do evento puderam esclarecer dúvidas com a Caixa, como por exemplo, sacar o FGTS, comprar imóveis no Brasil financiados pela Caixa, entre outros serviços.

Silas Araújo, residente em Everett (MA), está com planos de retornar ao Brasil e abrir um novo negócio em Valadares (MG), cidade natal. "Estou cansado de morar aqui, eu trabalho muito e já estou querendo diminuir o ritmo. Quero abrir uma companhia de limpeza em Minas Gerais e vim aqui para saber como posso fazer isso, mesmo ainda estando nos EUA. Minha ideia é chegar ao Brasil com tudo certinho, por isso, quero saber como devo proceder, boa parte do dinheiro para investir no meu novo negócio já tenho, a outra vou financiar e vim também saber que tipo de suporte o SEBRAE oferece aos novos empreendedores", diz Silas.

Segundo João Roberto Lobo, Gerente Regional Leste do SEBRAE em Minas Gerais, que compareceu ao evento para esclarecer dúvidas, diz que mais de 12 mil imigrantes nos EUA já fizeram curso online gratuito do SEBRAE nos últimos três anos.

O gerente do SEBRAE diz que de 2003 a 2005, 78% das empresas que iniciaram as atividades continuam em funcionamento em Minas Gerais, o maior índice nacional, que é de 7%, parte do sucesso das empresas mineiras, deve-se ao acompanhamento que o SEBRAE tem feito. Segundo João Roberto, entre os países do BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China), o Brasil é o país que mais tem empreendedores.

Ainda segundo João Roberto, o maior motivo de falência de novas empresas no Brasil, deve-se ao despreparo dos empreendedores, muitos querem retorno financeiro rápido e não têm um planejamento de negócio, não contam com os impostos que terão que pagar e acabam tendo que pedir falência das empresas.

Fábio Soares, Gerente da Área Internacional da Caixa Econômica Federal, esteve presente ao evento para esclarecer dúvidas dos serviços que a Caixa disponibiliza a Brasileiros residentes nos EUA. Estão entre os serviços, o saque do FGTS (Fundo de Garantia por tempo de Serviço), financiamentos de imóveis no Brasil, saque do PIS (Programa de Integração Social) e remessas de dinheiro dos EUA para o Brasil ou o contrário.

Fábio diz que têm direito ao FGTS todos os trabalhadores que foram dispensados pelas empresas para qual trabalharam, para efetuar o pagamento, a Caixa exige que o trabalhador comprove que prestou serviços à empresa, preencha um formulário, que deverá ser assinado em frente a um funcionário do consulado brasileiro nos EUA, apresente cópia da carteira de trabalho, constando o número do PIS e se deferido o valor será depositado em qualquer conta que o trabalhador indicar no Brasil, no prazo máximo de 15 dias a contar da data que foi requerido.

Para quem pensa em comprar imóveis no Brasil financiado pela Caixa, Fábio explica que há duas possibilidades de financiamento. A primeira seria com renda comprovada e a outra sem comprovação de renda. Para quem que tem como comprovar, poderá ter até 90% do imóvel financiado pela Caixa com prazo para pagamento de até 30 anos. Os que não podem comprovar renda terão que depositar mensalmente o valor da prestação do imóvel em uma conta da Caixa, por um período de 12 meses e terá direito a financiar até 60% do valor do imóvel com um prazo de até 15 anos para pagamento.

Para maiores informações sobre os serviços das instituições acessar www.caixa.gov.br e www.sebrae.com.br.

Fonte: (da redação)