Publicado em 2/10/2011 as 12:00am

Sobe para 55 número de mortos por causa de tufões nas Filipinas

As autoridades filipinas informaram neste domingo que aumentou para 55 o número de pessoas mortas pelos tufões "Nesat" e "Nalgae", que passaram pelo norte do país na última semana, e que pelo menos outras 30 continuam desaparecidas.

As autoridades filipinas informaram neste domingo que aumentou para 55 o número de pessoas mortas pelos tufões "Nesat" e "Nalgae", que passaram pelo norte do país na última semana, e que pelo menos outras 30 continuam desaparecidas.

Segundo o serviço meteorológico (Pagasa) do país, "Nalgae", que se foi enfraquecendo à medida que avançava pelo norte da ilha de Luzon, deixará hoje definitivamente o território filipino, após arrasar várias províncias no sábado com ventos sustentados de 160 km/h e sequências de até 195 km/h.

O Centro de Prevenção de Desastres confirmou que o "Nalgae" causou a morte a um homem de 35 anos na província de Benguet, ao norte, e outras duas pessoas das quais não foram dadas informação, enquanto aumentou para 52 o número de mortos por causa do "Nesat", que passou com força pelo norte do país na terça-feira passada.

O número oficial de vítimas aumenta paulatinamente à medida que as equipes de resgate chegam às áreas mais afetadas.

Embora o tufão "Nalgae" vá deixar o país, o serviço meteorológico advertiu que as chuvas continuarão e os efeitos continuarão sendo notados durante dias com enchentes e deslizamentos das montanhas, já que a terra está saturada e já não pode absorver mais água.

Entre 15 a 20 tufões passam pelas Filipinas a cada ano durante a estação chuvosa que, no geral, começa em maio e termina em novembro.

Fonte: UOL.COM.BR