Publicado em 20/07/2012 as 12:00am

5ª edição do LABRFF homenageia centenário de Jorge Amado

O Festival aconteceu entre os dias 15 e 19 de julho, no famoso geDunn Theaterh, em Hollywood, e reuniu importantes nomes do cinema brasileiro e americano Com a proposta de fortalecer o intercâmbio cultural entre o Brasil e os Estados Unidos &eac

Elayne Batista

O Festival aconteceu entre os dias 15 e 19 de julho, no famoso "‘Dunn Theater", em Hollywood, e reuniu importantes nomes do cinema brasileiro e americano

Com a proposta de fortalecer o intercâmbio cultural entre o Brasil e os Estados Unidos é@ realizado desde 2007 o Los Angeles Brazilian Film Festival (LABRFF), que já exibiu mais de 200 títulos entre curtas e longas-metragens, documentários e animações.

Entre os dias 15 e 19 de julho o teatro da Academia "Lynwood Dunn Theater" recebeu mais de 40 produções, alem de Mostras Competitivas, Mostra Sustentável – com vídeos experimentais sobre o tema meio ambiente –, conferências e sessões de perguntas e respostas para estimular o diálogo entre cineastas, produtores, integrantes da indústria cinematográfica e público em geral.

"O LABRFF têm influencia direta nos resultados de novos projetos no cinema. Queremos incentivar cada vez mais a realização de coproduções entre o Brasil e os Estados Unidos. Desde o primeiro ano, contamos a participação de grandes nomes e filmes com boas críticas no Brasil. Tem sido um sucesso, comemora a diretora artística do Festival, Meire Fernandes.

Para celebrar cinco edições consecutivas, o Festival prestou homenagem a Jorge Amado, por meio da Mostra Jorge Cine Amado, com seis filmes, sendo quatro adaptações de obras literárias e dois documentários.

Entre as adaptações estavam "Dona Flor e Seus dois Maridos" (Bruno Barreto); "Tieta do Agreste" (Cacá Diegues); "Quincas Berro D'Água" (Sergio Machado) e " Os Capitães de Areia", da neta do homenageado, Cecília Amado. O livro mais traduzido do autor foi refilmado pela estreante cineasta, que deseja perpetuar as histórias e o nome de seu avô.

"Trouxemos um pouco mais da Bahia e da presença do nosso querido Jorge Amado para Los Angeles. @Ɂ@ muito emocionante estar na lista de filmes que marcaram a cineatografia brasileira no último ano e participar desse tributo", comenta. Os documentários exibidos foram "Jorjamado" do diretor Glauber Rocha e "Jorge Amado" de Joao Moreira Salles.

Open Night de Gala

Na abertura da programação do LABRFF foi apresentado para o mundo o filme "Open Road", do ator e diretor brasileiro Marcio Garcia. Com cenas gravadas na cidade de Vitoria-ES, no Brasil, o longa agradou a seleta plateia. "Gravar esse filme foi um grande desafio. O elenco colaborou para que o resultado ficasse muito bom. Estou muito feliz por ter vencido o desafio", afirma Marcio.

Andy Garcia, Camilla Belle, Juliette Lewis, Terrance Howard, Dr Rey, Guilherme Berenguer, Alessandra Negrini e Mayra Dias Gomes foram algumas das celebridades que passaram pelo "red carpet" para prestigiar a noite de gala e o lançamento do filme.

O LABRFF foi fundado pelo jornalista Nazareno Paulo e a produtora Meire Fernandes. As ações são direcionadas à inclusão social, inovações e ao desenvolvimento humano, com vistas na responsabilidade social e preservação do meio ambiente. O Festival conta com o patriocínio da Embratur/Ministério do Turismo e Governo da Bahia, por meio de sua Secretaria de Comunicação, entre outros apoiadores.

Fonte: Brazilian Times