Publicado em 9/08/2012 as 12:00am

Vítima diz que 'zumbi de Miami' foi amigável antes de ataque

O morador de rua que foi vítima do chamado "zumbi de Miami" afirmou a polícia que o seu agressor foi "amigável" antes de iniciar um ataque de fúria que culminou com a desfiguração de seu rosto, informa a agência AP.

O morador de rua que foi vítima do chamado "zumbi de Miami" afirmou a polícia que o seu agressor foi "amigável" antes de iniciar um ataque de fúria que culminou com a desfiguração de seu rosto, informa a agência AP.

Em 26 de maio, Rudy Eugene, 31 anos, foi morto pela polícia quando mastigava o rosto de Ronald Poppo, 65 anos, sob uma ponte de Miami. O morador de rua perdeu um olho, as sobrancelhas, o nariz e parte da testa no ataque, e ainda teve o seu outro olho gravemente ferido. O caso chamou atenção pela brutalidade e pelas suspeitas de canibalismo e de que o agressor teria consumido drogas sintéticas antes do ataque, o que posteriormente não foi confirmado pela perícia.

A emissora WFOR-TV, de Miami, divulgou pela primeira vez nesta quarta-feira trechos do depoimento que Ronald Poppo prestou à polícia no dia 19 de julho. Na gravação, o homem diz que, em um primeiro momento, Eugente se aproximou amigavelmente, mas parecia brabo com algo que teria acontecido em Miami Beach.

"Ele foi legal por um tempo. Então ficou perturbado. Provavelmente ele lembrou de algo que aconteceu na praia e não estava feliz sobre isso", disse Poppo, acrescentando que Eugene então se enfureceu e o atacou com as mãos nuas, dizendo que os dois homens iriam morrer. "Ele simplesmente me rasgou, mastigou meu rosto, arrancou meus olhos. Basicamente, isso é tudo que há para dizer".

O morador de rua negou que tenha xingado ou falado alguma coisa que tenha provocado o ataque. "O que poderia causar um ataque do tipo?", disse Poppo em seu depoimento. O homem ainda disse que Eugene devia estar "sob o efeito de algo".

Poppo permanence em uma clínica de tratamento. Segundo médicos do local, ele parece estar animado e é visto conversando e caminhando pelas dependências, mas ainda precisará passar por diversas cirurgias para reconstruir sua face.

Fonte: terra.com.br

Top News