Publicado em 6/09/2012 as 12:00am

Naufrágio deixa 61 imigrantes ilegais mortos na Turquia

Pelo menos 61 pessoas, entre elas 31 crianças, morreram nesta quinta-feira no naufrágio de uma embarcação que transportava imigrantes ilegais que tentavam chegar à Europa diante da costa da Turquia, informou a agência de notícias Anatolia, citando autorid

Pelo menos 61 pessoas, entre elas 31 crianças, morreram nesta quinta-feira no naufrágio de uma embarcação que transportava imigrantes ilegais que tentavam chegar à Europa diante da costa da Turquia, informou a agência de notícias Anatolia, citando autoridades locais.

"O número total de mortos é de 61, entre eles 12 homens, 18 mulheres, 28 crianças e três bebês", informou o gabinete do governador de Izmir, onde ocorreu o acidente, em um comunicado citado pela agência de notícias Anatolia.

O registro de sobreviventes é de 46 pessoas, entre elas o capitão da embarcação e seu ajudante, duas mulheres e uma criança, indicou o documento, destacando que os os imigrantes socorridos eram procedentes de Palestina e Síria.

O vice-governador da província de Izmir, Ardahan Totuk, indicou que o capitão do barco e seu auxiliar, ambos de nacionalidade turca, foram colocados em detenção provisória. De acordo com as autoridades, mais de cem pessoas viajavam a bordo da pequena embarcação de pesca, de cerca de 20 metros de comprimento.

O barco bateu em rochas, a apenas 100 metros da costa, depois de ter zarpado ao amanhecer da pequena localidade turca de Ahmetbeyli, informou a rede de televisão NTV, citando Tahsin Kurtbeyoglu, uma autoridade local do distrito de Menderes, na província de Izmir.

Imigrantes em situação irregular tentam chegar às ilhas gregas, para depois chegar à Europa Ocidental. Os barcos improvisados que os transportam naufragam com alguma frequência.

Fonte: terra.com.br