Publicado em 9/05/2013 as 12:00am

Fiança de sequestrador de Ohio será de US$ 8 milhões, diz jornal

Cada mulher sequestrada, incluindo a criança, corresponderá a US$ 2 mi. Ariel Castro manteve as 3 reféns durante 10 anos na cidade de Cleveland.

O motorista escolar Ariel Castro, de 52 anos, acusado de ser o autor do sequestro de três mulheres que foram mantidas reféns por cerca de 10 anos, na cidade de Cleveland, no estado norte-americano de Ohio tem fiança estipulada em US$ 8 milhões. É o que informa o jornal local Cleveland Plain Dealer. E, segundo a polícia, a fiança de cada mulher sequestrada equivalerá a US$ 2 milhões, inclusive a da filha que Amanda Berry, uma das reféns, teve com o acusado.

Ariel Castro compareceu nesta quinta-feira (9) pela primeira vez a uma corte de Cleveland, em Ohio. Ele responde por quatro crimes de sequestro e três de abuso sexual. As mulheres eram mantidas em cativeiro na casa dele.

Seus irmãos, Pedro e Oneil, suspeitos de envolvimento, também compareceram na audiência. Mas eles ainda não foram acusados. Segundo o procurador da cidade, Victor Perez, não há nenhum indício de que eles tinham envolvimento ou que sabiam da existência das mulheres.

Sequestro
Amanda Berry, Michelle Knight e Gina De Jesus foram sequestradas por Castro entre 2002 e 2004. Michelle foi vista pela última vez em 2002, Amanda desapareceu em 2003 e Gina De Jesus, em 2004.  Com Amanda, Ariel teve uma filha, que hoje tem 6 anos de idade. Na segunda (6), Amanda conseguiu fugir da casa onde elas eram mantidas reféns e pediu ajuda a um vizinho para ligar para a polícia (Ouça áudio do telefone de Amanda para o 911). As três foram resgatadas vivas.


Fonte: www.globo.com