Publicado em 27/06/2013 as 12:00am

Prisão perpétua para homens que abusavam sexualmente de meninas na Grã-Bretanha

Prisão perpétua para homens que abusavam sexualmente de meninas na Grã-Bretanha

LONDRES, 27 Jun 2013 (AFP) - Cinco homens foram condenados à prisão perpétua nesta quinta-feira na Grã-Bretanha por terem abusado sexualmente de meninas em situação vulnerável, em sua maioria moradoras de abrigos para crianças.

A sentença encerra um processo que suscitou críticas aos serviços sociais e à polícia.

As vítimas tinham entre 11 e 15 anos no momento dos crimes e relataram o pesadelo provocado pelo grupo de Oxford (cerca de 100 km de Londres) de 2004 a 2012. O processo durou cinco meses no tribunal londrino de Old Bailey.

Os homens, quatro de origem paquistanesa e um norte-africano, tinham entre 27 e 38 anos e seduziam as meninas com drogas e bebidas alcoólicas. Muitas vezes, elas eram abusadas por mais de um homem e, em seguida, sofriam agressões físicas. Uma delas sofreu um aborto forçado aos 12 anos.

Quatro vítimas viviam em abrigos governamentais ligados aos serviços de ajuda ao menor.

"Vocês agrediram essas meninas porque elas eram vulneráveis, menores e não recebiam atenção", declarou o juiz aos acusados ao anunciar o veredito. "Esperamos que lições sejam tiradas (deste caso) e que as autoridades não sejam mais negligentes".

Neste caso, a polícia e os serviços sociais foram colocados em xeque por não terem investigado de forma adequada as ações do grupo de homens, e tiveram que pedir desculpas por não terem protegido efetivamente as jovens.

Fonte: www.uol.com