Publicado em 20/07/2013 as 12:00am

Justiça italiana dá penas leves a cinco envolvidos em naufrágio

Justiça italiana dá penas leves a cinco envolvidos em naufrágio


Cinco pessoas envolvidas no naufrágio do Costa Concordia, ocorrido em janeiro de 2012, foram condenadas à prisão neste sábado pela Justiça italiana. Eles reconheceram ao menos parte da culpa no episódio e, com isso, obtiveram redução das penas, que ficaram abaixo dos dois anos de duração.

Com isso, nenhum deles deve cumprir pena na cadeia. Todos devem apelar e, em troca, prestar serviços à comunidade.

Na noite de 13 de janeiro de 2012, o Costa Concordia, com 4.229 pessoas a bordo, bateu nas rochas perto da costa e naufragou perto da ilha toscana de Giglio. Trinta e duas pessoas morreram. Os corpos de duas nunca foram encontrados.

O capitão do navio, Francesco Schettino, 52, acusado de tê-lo abandonado em meio ao naufrágio, permanece em julgamento.

Os advogados dele também trabalham por uma redução da pena. Na quarta-feira (18), eles ofereceram à promotoria uma declaração de culpa em troca de uma pena de três anos e cinco meses de prisão.

Fonte: www.uol.com