Publicado em 5/08/2013 as 12:00am

Aiatolá do Irã 'reabilita' Ahmadinejad e põe em dúvida diálogo com EUA

Aiatolá do Irã 'reabilita' Ahmadinejad e põe em dúvida diálogo com EUA


Dois dias após a posse do moderado Hasan Rowhani como presidente do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, guia supremo do país, nomeou o ex-presidente Mahmoud Ahmadinejad para um cargo na instância máxima de arbitragem iraniana.

"Levando em conta a grande experiência adquirida durante oito anos de trabalho, (Khamenei) nomeou Mahmoud Ahmadinejad membro do Conselho de Discernimento", disse comunicado no site do aiatolá.

Ahmadinejad foi presidente do Irã durante oito anos, e foi grande crítico dos EUA e de Israel, mais importante aliado americano na região. O Conselho de Discernimento é um órgão consultivo do Guia Supremo, que nomeia diretamente seus membros.
 

Incertezas

A indicação de Ahmadinejad ao cargo de conselheiro do aiatolá Khamenei põe em dúvida a relação entre o recém-empossado presidente e o guia supremo do país. Ex-negociador para questões nucleares, Rowhani foi eleito por seu perfil mais moderado que o de Ahmadinejad. Tanto durante campanha  presidencial quanto após sua eleição, sinalizou mudanças no diálogo com o Ocidente. 
 
No domingo (4), quando Rowhani tomou posse, os EUA se disseram dispostos a trabalhar com o novo governo, se o Irã se engajar seriamente sobre o assunto. Há expectativa de que, com Rowhani, sejam revistas as sanções ao programa nuclear do Irã, que prejudicam a economia do país. Em seu discurso de posse, o presidente propôs um novo rumo às conversas.
 
"Se você quer respostas adequadas, fale a linguagem do respeito, e não das sanções, com o Irã", disse.

Fonte: www.uol.com