Publicado em 18/09/2013 as 12:00am

Cresce desespero entre turistas e moradores ilhados em Acapulco

Cresce desespero entre turistas e moradores ilhados em Acapulco



ACAPULCO, México, 18 Set (Reuters) - Milhares de turistas esperavam impacientes na quarta-feira para deixarem o balneário mexicano de Acapulco, atingido por uma tempestade. Há um crescente desabastecimento na cidade, o que levou as autoridades a reforçar o policiamento para evitar saques.

As chuvas torrenciais causadas pela tempestade Manuel entre sexta e segunda-feira deixaram Acapulco praticamente ilhada por mar e terra. A cidade estava lotada por causa do feriado prolongado do Dia da Independência mexicana.

Na quarta-feira, foi divulgada a ocorrência de um deslizamento na remota localidade de Atoyac de Alvarez, a noroeste de Acapulco, onde as autoridades disseram ter resgatado 18 corpos, restando dezenas de desaparecidos.

Com isso, sobe a 80 o número de vítimas pelas tempestades Manuel e Ingrid, que atingiu a costa leste do país, no golfo do México.

As autoridades calculam que haja 40 mil turistas retidos em Acapulco. Várias companhias aéreas e aviões militares fazem voos extras desde terça-feira para levar essas pessoas até a Cidade do México.

Fonte: www.uol.com