Publicado em 18/09/2013 as 12:00am

Rússia afirma ter recebido dados que envolvem rebeldes em ataque químico

Rússia afirma ter recebido dados que envolvem rebeldes em ataque químico

O regime sírio entregou ao governo da Rússia dados que envolvem os rebeldes no ataque químico cometido em 21 de agosto nos subúrbios de Damasco, afirmou o vice-ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Riabkov.

"Os dados correspondentes foram enviados à parte russa. Nos disseram que há provas de que os rebeldes estão envolvidos no ataque químico", afirmou Riabkov, citado pelas agências russas depois de uma reunião na terça-feira com o ministro sírio das Relações Exteriores, Walid al-Muallem.

Ele destacou que a Rússia "examinará" este material "com a máxima seriedade".

A Rússia expressou diversas vezes a suspeita de que o ataque químico foi uma "provocação" planejada pelos rebeldes, com o objetivo de estimular uma intervenção militar internacional no país.

Riabkov chamou de "parcial" o relatório dos inspetores da ONU sobre o ataque, publicado esta semana.

"Estamos decepcionados com o enfoque da secretaria da ONU e dos inspetores da ONU que estavam na Síria, que prepararam seu relatório de forma seletiva e incompleta, sem levar em consideração elementos que havíamos destacado repetidas vezes", afirmou.

"Sem uma visão completa o caráter das conclusões só pode ser descrito como politizado, parcial e unilateral", disse.

Fonte: www.uol.com