Publicado em 2/10/2013 as 12:00am

Papa diz que Igreja é formada por pecadores

Papa diz que Igreja é formada por pecadores

CIDADE DO VATICANO, 2 OUT (ANSA) - O papa Francisco, dedicou a audiência geral de hoje ao conceito de santidade da Igreja, entre outras coisas criticou a ideia de que a Igreja deve ser formada apenas por "puros".   

"A santidade da Igreja está presente desde o começo da consciência dos primeiros cristãos, os quais eram chamados de 'os santos', e tinham a certeza que é o Espírito Santo que santifica a Igreja", disse Francisco.   

O Papa questionou o sentido desta expressão, a de santidade, já que "o seu caminho nos séculos encontrou tantas dificuldades, problemas, momentos obscuros".   

"Como pode ser santa uma Igreja formada por pecadores, homens pecadores, sacerdotes pecadores, madres pecadoras, cardeais pecadores, papas pecadores?", questionou o Pontífice.   

"A Igreja não é santa pelos nossos méritos, mas porque Deus a faz santa, é fruto dos seus dons não somos nós a fazê-la santa, é Deus que no seu amor a faz santa. Vocês podem me dizer 'a Igreja é formada por pecadores, o vemos todos os dias', isso é verdade, somos uma Igreja de pecadores e nós pecadores somos chamados para nos renovar, santificar por Deus", afirmou ele.   

O Papa lembrou que "existiu na historia a tentação daqueles que afirmavam que a Igreja é apenas a Igreja dos puros, daqueles que são totalmente crentes, e os outros são afastados. Isto não é verdade, esta e uma heresia, a Igreja que é santa não rejeita os pecadores, todos nós, porque chama todos, os acolhe, também os mais afastados, chama para que nos deixemos envolver pela ternura do Pai que oferece a todos a possibilidade de encontrá-lo".   

"Quando tem a força de dizer 'quero voltar pra casa' encontrará a porta aberta, Deus te espera sempre, te beija, te abraça e comemora, o Senhor é assim, assim é a ternura do nosso Pai e uma Igreja que sabe abrir os braços para acolher não é casa de poucos, mas de todos, onde todos podem ser acolhidos e santificados, os mais fortes e os mais fracos, os pecadores, os indiferentes, aqueles que se sentem desencorajados e perdidos, a Igreja oferece a todos a possibilidade de encontrar a santidade", afirmou Francisco.   

O local privilegiado deste encontro são os "sacramentos" mas também "a caridade, o amor para todos". A ideia do Papa é a de uma Igreja que chama a acolher de braços abertos s pecadores, que Sá esperança "na qual se vive o amor de Deus e se tem atenção pelo outro, na qual se reza uns pelos outros".   

Depois de convidar a se deixar "contagiar pela santidade de Deus", Francisco recordou que a santidade "não consiste em fazer coisas extraordinárias, mas em deixar que Deus aja, é o encontro da nossa fraqueza com a sua força".

Fonte: www.uol.com