Publicado em 4/10/2013 as 12:00am

Negocio Fechado contrato um dos melhores locutores gospel de Massachusetts

Negocio Fechado contrato um dos melhores locutores gospel de Massachusetts

da redação

Para ser considerado um bom locutor de rádio, é preciso saber que isso não se resume apenas na voz. Um radialista completo chega a falar para centenas, milhares e alguns até para milhões de pessoas. Por isso é fundamental que ele saiba dominar a palavra, cativar o seu ouvinte e torne o programa o mais agradável possível.

Pensando nisso é que o o Grupo Negócio Fechado (GNF) realizou mais uma contratação. Desta vez, ele contratou um dos melhores locutores gospel de Massachusetts. Trata-se de Eduardo Montelli que já é bastante conhecido na comunidade brasileira e tem um carisma e prestígio bastante elogiado.

Ele consegue comandar o programa falando com clareza, segurança, boa dicção e uma excelente interpretação das mais diversas situações. Eduardo mora há 16 anos nos Estados Unidos e é bastante querido na comunidade. Há mais de quatro anos ele apresenta o programa Vida, pela emissora 1230 AM, de segunda a sexta, das 7 ás 8 da manha e pelo site www.programavida.org.

Além de radialista, ele é cantor gospel e já gravou cinco CD´s e está em estúdio para concluir a mais um projeto. Membro da Igreja Vida, do pastor Salmon Silva e Milene Silva, ele pretende somar com a equipe do grupo Negócio Fechado e oferecer o melhor para a comunidade brasileira.

Eduardo disse que ficou muito feliz pelo convite feito pelo diretor do GNF, Walter Medeiros, fez para que ele ingressasse na equipe. "Quero aproveitar ao máximo esta oportunidade e comandar um programa totalmente voltado para o ouvinte", fala.

O programa irá ao ar aos sábados, através da emissora 1360 AM, das 12 às 2 PM e será chamado de ADRENALINA. Eduardo explica que será um programa jovem, dinâmico, com muita musica, rock, pop, reggae, entrevistas, bate papo, dicas de saúde, notícias, informações, anúncios e muita alegria. "Vamos fazer o melhor para que o nosso ouvinte se sinta a vontade", conclui ele.

Fonte: Brazilian Times