Publicado em 14/10/2013 as 12:00am

Três funcionários da Cruz Vermelha são libertados na Síria

Três funcionários da Cruz Vermelha são libertados na Síria


Após mais de 24 horas, três dos seis funcionários da Cruz Vermelha capturados ontem na Síria foram libertados junto com um voluntário do Crescente Vermelho, informou o Comitê Internacional da Cruz Vermelha nesta segunda-feira.

"Boas notícias! Confirmamos que o voluntário do Vermelho Sírio e três funcionários da Cruz Vermelha foram libertados", tuitou Robert Mardini, diretor das operações do comitê no Oriente Médio.

O porta-voz do comitê Ewan Watson disse que eles foram soltos na região de Idlib (noroeste do país). A organização aguarda informações sobre os outros três funcionários.

Watson também pediu, nesta segunda-feira, garantia de segurança para os funcionários da Cruz Vermelha. "Estamos plenamente comprometidos a apoiar o povo sírio neste momento extremamente difícil. Não temos a menor intenção de paralisar nossas atividades na Síria, mas não vamos poder trabalhar e ajudar a população síria sem garantias de segurança para nossos funcionários", declarou.

Watson se negou a divulgar a nacionalidade dos funcionários sequestrados, mas afirmou que em sua maioria são sírios.

Ontem à noite, a Cruz Vermelha ajudou na remoção de 1.500 moradores da cidade de Muadamiya al Sham, a sudoeste de Damasco, após acordo entre as autoridades e grupos humanitários.

Os resgatados foram levados a um centro de acolhida próximo a Al Qudisiya, a noroeste de Damasco.

Fonte: www.uol.com