Publicado em 4/11/2015 as 12:00am

Reino Unido crê que avião foi alvo de atentado e suspende voos

O Governo do Reino Unido está preocupado com o que terá acontecido ao Avião do Egito

O Reino Unido acredita que o avião da companhia russa Kogalymavia, conhecido como Metrojet, que se despenhou no Egito no passado sábado, poderá ter caído devido a uma bomba e, por essa razão, decidiu investigar antes de deixar aviões decolarem, avança a BBC.

Assim, os voos com destino ao Reino Unido, com partida de Sharm el-Sheik, local de onde saiu o outro avião, estão suspensos até que haja ordem em contrário. “Enquanto a investigação prossegue, não podemos afirmar categoricamente a razão pela qual caiu o avião russo”, explicou um porta-voz da residência oficial do primeiro-ministro.

A mesma fonte garante que os investigadores têm ficado “mais preocupados” à medida que as investigações avançam e que crescem as hipóteses de se tratar de uma bomba. “À luz desde facto, e como medida de precaução, decidimos que os voos que deveriam partir de Sharm para o Reino Unido esta noite seriam atrasados”, confirma.

O porta-voz referiu ainda que esta ação “dará tempo a que uma equipa de especialistas britânicos avalie os procedimentos de segurança no aeroporto e identifique se mais alguma ação é necessária”.

O Governo aconselhou os cidadãos a falarem com as companhias aéreas e operadores turísticos, já que muitos britânicos passam férias naquele local.

 

Fonte: © Fornecido por Notícias ao Minuto