Publicado em 30/11/2015 as 12:00am

Obama leva rosa ao Bataclan e faz 1 minuto de silêncio

Local foi alvo de um atentado terrorista do Estado Islâmico

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, prestou uma homenagem nesta segunda-feira (30) às vítimas do atentado terrorista na sala de concertos Bataclan, em Paris, que matou quase 100 pessoas no último dia 13 de novembro e foi reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI).

Assim que chegou a Paris para participar da 21ª Conferência das Partes da Convenção das Nações Unidas sobre as Mudanças do Clima (COP21), Obama se dirigiu ao Bataclan, acompanhado do presidente francês, François Hollande, e da prefeita de Paris, Anne Hidalgo. No local, o mandatário fez um minuto de silêncio diante de dezenas de velas acesas no chão e depositou uma rosa branca.

De acordos com membros da comitiva de Obama, a parada no Bataclan não estava na agenda oficial do líder norte-americano, mas teria sido preparada há dias. Obama chegou à capital francesa sob um forte esquema de segurança, já que Paris foi alvo recentemente de uma série de atentados, considerados um dos piores da histórica da França e comparados ao 11 de setembro nos EUA.

"A Conferência de Paris é a ocasião para o mundo se mostrar unido na construção de um futuro melhor para os nossos filhos", escreveu Obama em sua página oficial no Facebook, antes de partir à Europa. Nos últimos meses, o mandatário norte-americano reiterou a importância de se chegar a um acordo amplo que substitua o Protocolo de Kyoto, em vigor desde 2005, e limite o crescimento das temperaturas no planeta.

Para demarcar sua posição de liderança nas discussões na COP21, Obama adotou medidas importantes em casa, como o veto ao oleoduto canadense Keystone e a promessa de reduzir em 32% até 2030 as emissões de carbono nas usinas termoelétricas dos EUA.

Fonte: terra.com.br