Publicado em 10/12/2015 as 12:00am

Mulher morre sufocada em ritual de exorcismo na Alemanha

Uma mulher, seu filho de 21 anos, sua filha de 19, além de um jovem de 15 e o filho da vítima, que também tem 15 anos, foram presos

A polícia alemã pretendeu cinco pessoas suspeitas de assassinar uma mulher de 41 anos durante um ritual de exorcismo em um hotel em Frankfurt, na Alemanha, anunciou a promotoria pública da cidade nessa quarta-feira (9). Os detidos são da mesma família e alegaram que a vítima estava possuída por demônios.

A sul-coreana foi amarrada na cama do hotel e espancada durante horas. Para conter os gritos da vítima, os suspeitos colocaram uma toalha em sua boca. Ela morreu sufocada. O ritual de exorcismo teria ocorrido no sábado (5).

Uma mulher de 44 anos, seu filho de 21, sua filha de 19, além de um jovem de 15 e o filho da vítima, que também tem 15 anos, foram presos acusados de assassinato. Os detidos também são da Coreia do Sul e chegaram a cerca de seis semanas no estado alemão de Hessen.

"Como base em informações atuais, os suspeitos causaram na vítima agonia e dor por, pelo menos, duas horas, na qual sua ação foi levada por uma atitude insensível e inclemente. Nunca havia vivenciado algo assim", afirmou a procuradora geral Nadja Niesen.

A autopsia revelou que a sul-coreana levou vários golpes na barriga e no peito. Seu corpo estava cheio de hematomas e um cabide foi pendurado em sua boca. Ainda não está claro se o ritual teria acontecido a pedido da vítima. Niesen acrescentou ainda que não se sabe a qual grupo religioso os suspeitos pertencem.

Durante o interrogatório do grupo, a polícia chegou a outra possível vítima. Em Sulzbach, ao norte de Frankfurt, as autoridades encontraram uma mulher extremamente machucada, desidratada e com hipotermia. A casa onde ela foi localizada teria sido alugada pelos suspeitos, mas eles teriam morado lá esporadicamente.

Fonte: terra.com.br