Publicado em 26/12/2015 as 12:00am

Dezenas de pessoas desaparecem em deslizamento de terra em mina de Mianmar

No fim de novembro, mais de 100 pessoas morreram nesta região remota próxima à fronteira com a China

Dezenas de pessoas desapareceram neste sábado em um deslizamento de terra em uma mina de jade do norte de Mianmar, no segundo acidente deste tipo em um mês. "Os socorristas começaram seu trabalho e estamos buscando cadáveres, mas ainda não podemos apresentar números", explicou Nilar Mynt, um funcionário da região de Hpakant, à AFP.

No fim de novembro, mais de 100 pessoas morreram nesta região remota próxima à fronteira com a China quando um deslizamento de terra soterrou dezenas de cabanas de habitantes que viviam da busca de jade não detectados pelas empresas de mineração. Este tipo de acidente é frequente na zona, onde a paisagem é lunar devido à exploração intensa de minas, em detrimento do meio ambiente.

Segundo ONGs ecologistas, dezenas de pessoas morreram nos últimos meses como consequência de pequenos deslizamentos de terra. Milhares de trabalhadores birmaneses se dirigem a esta região para tentar encontrar jade, aproveitando que as autoridades e as companhias mineradoras fazem vista grossa.

A quantidade abundante de jade no norte de Mianmar gera muitos lucros para o país, que produz a maior parte da produção mundial desta pedra preciosa. Apesar de algumas reformas, o mercado de jade segue nas mãos das velhas elites que se tornaram ricas durante os anos da junta militar que se dissolveu em 2011, após décadas no poder.

Fonte: uai.com.br