Publicado em 19/02/2016 as 12:00am

Ataques aéreos dos EUA atingem militantes na Líbia e deixam mais de 40 mortos

Mais de 40 pessoas morreram hoje quando um avião estrangeiro atacou uma residência perto da capital da Líbia, Tripoli, on

Aviões militares dos Estados Unidos realizaram bombardeios contra militantes ligados ao Estado Islâmico no oeste da Líbia nesta sexta-feira, matando até 40 pessoas, em uma operação que teve como alvo um suspeito ligado a dois ataques com mortos no ano passado na vizinha Tunísia.

O prefeito da cidade líbia de Sabratha, Hussein al-Thwadi, disse à Reuters que os aviões atacaram às 3h30 da manhã pelo horário local, atingindo um edifício no bairro de Qasr Talil no qual trabalhadores estrangeiros moravam. Segundo ele, 41 pessoas morreram e seis ficaram feridas. Não foi possível confirmar o saldo de mortes de imediato com outras autoridades.

Sabratha fica perto da fronteira com a Tunísia, e também é uma das áreas onde autoridades ocidentais dizem que militantes do Estado Islâmico marcaram presença durante sua expansão pelo Estado norte-africano.

Os atiradores que realizaram atentados em um museu de Túnis e em um hotel de praia no ano passado, matando dezenas de pessoas, treinaram em campos de militantes na Líbia antes de voltarem para seus países de origem.

Um oficial militar dos EUA disse que entre os alvos dos ataques aéreos estava o destacado militante tunisiano Noureddine Chouchane, que se acredita ter ligação com os ataques do ano passado na Tunísia.

(Por Ahmed Elumami)

 

Fonte: http://br.reuters.com