Publicado em 26/05/2016 as 1:50pm

Show do rapper T.I. termina com um morto em Nova York

Outras três pessoas ficaram feridas no show na quarta-feira . Tiros foram disparados na área VIP no segundo andar do clube Irving Plaza.

Imagens de câmeras de celulares mostrava a multidão em pânico tentando sair do clube Irving Plaza, no coração de Manhattan, perto da Union Square, enquanto tiros eram disparados às 22h15 (23h15 no horário de Brasília).

Um homem de 33 anos, atingido no estômago, foi declarado morto no hospital, segundo a polícia.

As outras três vítimas, dois homens com entre 30 e 34 anos e uma mulher de 26 anos, foram hospitalizadas, de acordo com a mesma fonte.

A mulher e o homem de 30 foram baleados na perna e a terceira vítima no peito.

Os tiros foram disparados na área VIP no segundo andar do clube, indicou a repórteres William Aubrey, investigador de Nova York. Ninguém foi preso até o momento, e a polícia ainda desconhece as razões deste tiroteio.

Milhares de americanos são vítimas a cada ano da violência armada, mas os tiroteios são relativamente raros em clubes, onde os guardas de segurança são geralmente responsáveis por assegurar que ninguém entre com uma arma.

Funcionários do Irving Plaza, que pode acomodar cerca de 1.025 pessoas, se recusaram a comentar o caso.

Dois sites de hip-hop indicaram que um dos feridos era Troy Ave, um rapper de Nova York.

T.I., cujo nome verdadeiro é Clifford Joseph Harris, de 35 anos, é um rapper americano conhecido, também ator, de passado tumultuado. Ele passou sete meses na prisão em 2009 por tentar comprar armas de traficantes que eram na verdade informantes.

Dois anos mais tarde, passou 10 meses de prisão por violar os termos de sua liberdade condicional em um caso de drogas.

Ele ganhou três prêmios Grammy, um por "My Love", uma colaboração com a estrela pop Justin Timberlake.

Fonte: http://g1.globo.com