Publicado em 1/06/2016 as 2:53pm

Tiroteio fecha universidade em que Brasil treinaria nos EUA; dois morrem

A seleção brasileira está concentrada em Los Angeles desde que chegou aos Estados Unidos

Um tiroteio no campus da Universidade da California em Los Angeles (UCLA), no fim da manhã desta quarta-feira (1), matou duas pessoas segundo informações confirmadas pela universidade e pela polícia de Los Angeles. A seleção brasileira comandada por Dunga treinaria no local durante a tarde, em preparação para a estreia na Copa América, nos Estados Unidos.

A UCLA confirma que houve dois homens atingidos por tiros disparados, e que ambos morreram após serem alvejados no prédio da faculdade de engenharia. A polícia ainda não consegue confirmar se o atentato foi obra de um ou mais atiradores, e se eles permanecem no campus, que foi completamente fechado e está sendo evacuado. Segundo a FOX, a polícia não descarta que um dos homens mortos encontrados seja o atirador, que poderia ter cometido suicídio após fazer uma vítima. Agentes locais e também o FBI estão no local.

Procurada, a CBF afirmou que agora fará o treino no StubHub Center, onde vinha treinando nos últimos dias. O coordenador de seleções Gilmar Rinaldi concederá entrevista coletiva. A seleção brasileira ficou sem saber onde treinaria depois do atentado e procurou a Conmebol e a organização da Copa América. A UCLA seria um centro de treinamento oficial da Copa América 2016.

A seleção brasileira está concentrada em Los Angeles desde que chegou aos Estados Unidos, no dia 21 de maio, e até agora tinha como centro de treinamento o StubHub Center, instalações do Los Angeles Galaxy. Nestas quarta e quinta-feira, a seleção brasileira treinaria na UCLA, antes de fazer o treino no Rose Bowl, estádio que receberá a estreia do Brasil na Copa América no sábado, contra o Equador.

Fonte: cnn.com.br

Top News