Publicado em 14/06/2016 as 11:00am

Ricky Martin faz campanha para que gays possam doar sangue

Os hemocentros de Orlando têm pedido doadores dos tipos O negativo, O positivo e AB

O cantor Ricky Martin, que se assumiu gay em 2010, engrossou o coro para protestar contra a proibição a homossexuais de doarem sangue às vítimas do atentado do último fim de semana em uma boate de Orlando, nos EUA.

"Hospitais em Orlando estão desesperadamente precisando de sangue para salvar as vítimas do ataque, mas como um homem gay não posso doar", escreveu o cantor nesta segunda-feira (13), no Twitter, junto com uma hashtag pedindo que o FDA (órgão regulatório americano similar à Anvisa brasileira) libere a restrição.

No ano passado, o FDA até acabou com proibição de gays doarem sangue por toda a vida, limitando a restrição apenas a aqueles que fizeram sexo com outros homens nos últimos 12 meses.

Os hemocentros de Orlando têm pedido doadores dos tipos O negativo, O positivo e AB.

O ataque à Pulse aconteceu no começo da madrugada de domingo (12), quando um atirador invadiu o local matando 49 pessoas e deixando mais de 50 feridos. Com informações da Folhapress.

Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br