Publicado em 7/07/2016 as 5:00pm

Procuradora-geral dos EUA encerra investigação sobre e-mails Hillary

A procuradora-geral dos Estados Unidos Loretta Lynch anunciou o encerramento da investigação sobre o uso de e-mails privados pela ex-secretária de Estado dos Estados Unidos, Hillary Clinton

A procuradora-geral dos Estados Unidos Loretta Lynch anunciou o encerramento da investigação sobre o uso de e-mails privados pela ex-secretária de Estado dos Estados Unidos, Hillary Clinton, pondo um fim nas apurações sobre um possível comprometimento de informações sigilosas do governo.

Em um comunicado divulgado, Lynch disse que aceitou a recomendação da Agência Federal de Investigação (FBI, na sigla em inglês) de que nenhuma acusação deveria ser trazida ao caso.

O diretor do FBI, James Comey, anunciou ontem que a agência concluiu que Hillary e seus assessores foram “extremamente descuidados” ao lidar com materiais sigilosos, mas que nenhuma acusação deveria ser feita contra pelo uso de e-mails privados enquanto a pré-candidata democrata à presidência dos EUA servia ao governo.

Após uma reunião com Comey, nesta quarta-feira, Lynch anunciou que o Departamento de Justiça concordou com essa decisão. O movimento veio na esteira de uma reunião altamente criticada entre a procuradora-geral e o marido de Hillary, o ex-presidente Bill Clinton, na semana passada. Fonte: Dow Jones Newswires.

Fonte: http://istoe.com.br