Publicado em 13/09/2016 as 6:00pm

Ex-diretor da CIA que defendeu guerra no Iraque se torna assessor de Trump

A contratação de Woolsey contrasta com as repetidas declarações de Trump de que ele era um forte opositor da invasão

O ex-diretor da CIA James Woolsey, que defendeu abertamente a invasão liderada pelos Estados Unidos ao Iraque em 2003 e promoveu acusações de que Sadam Hussein tinha armas ilegais, vai atuar como assessor de segurança nacional do candidato republicano a presidente, Donald Trump, afirmou a campanha nesta segunda-feira.

A contratação de Woolsey contrasta com as repetidas declarações de Trump de que ele era um forte opositor da invasão, embora inicialmente a tenha apoiado.

Fonte: http://noticias.r7.com/