Publicado em 22/12/2016 as 2:00pm

Romênia pode ter a primeira mulher no comando do país

Sevil Shhaideh é muçulmana e pode ser a primeira-ministra de um país majoritariamente cristão ortodoxo

Depois de vencer as eleições do dia 11 de dezembro, o Partido Social Democrata, o maior da Romênia, decidiu indicar uma mulher muçulmana para o posto de primeiro-ministro. Sevil Shhaideh tem 52 anos e só precisa agora de aprovação do Parlamento e do presidente para se tornar a primeira mulher na história a ocupar o cargo.

O líder dos social-democratas, Liviu Dragnea, não foi o escolhido pelo partido por ter sido condenado por fraude eleitoral a dois anos de prisão em abril. Shhaideh foi ministra do Desenvolvimento Regional e secretária de Estado no Ministério do Desenvolvimento.

Se confirmada, ela também entra na história como a primeira mulher muçulmana a ocupar o posto de primeira-ministra em um país cristão: casos anteriores só tinham ocorrido na Turquia e no Kosovo, de maioria islã. Ela é conhecida pela proximidade com Dragnea, que declarou que "Shhaideh seria a primeira-ministra, mas a 'responsabilidade politica'" ficaria com ele primeiramente.

Ele elogiou a capacidade de trabalho e o conhecimento da administração pública da nomeada. O presidente do país, Klaus Werner Iohannis deve anunciar nesta sexta (23) se aprova a nomeação. Com informações da Sputnik News Brasil.

Fonte: https://www.noticiasaominuto.com.br