Publicado em 29/06/2017 as 10:00am

UE impõe multa recorde ao Google por abuso de mercado

A multa pesada contra o Google é a maior já imposta na Europa por comportamento anticompetitivo.

UE impõe multa recorde ao Google por abuso de mercado Órgão antitruste da União Europeia penaliza gigante da tecnologia por violar regras de concorrência no serviço de compras online.

Órgão antitruste da União Europeia (UE) impôs uma multa recorde de 2,42 bilhões de euros contra o gigante da tecnologia Google, por violar as regras de concorrência no serviço de compras online. Bruxelas acusa o Google de abusar de seu domínio de mercado como ferramenta de busca e, consequentemente, dar vantagens ilegais ao seu próprio serviço de compras.

"A Comissão Europeia multou o Google em 2,42 bilhões de euros por violar as regras antitruste da UE", disse um comunicado, emitido em Bruxelas, nesta terça-feira (27).

"O Google negou a outras empresas a chance de competir e inovar. E, o mais importante, negou aos consumidores europeus uma verdadeira escolha de serviços e todos os benefícios da inovação", afirmou a comissária europeia de concorrência, Margrethe Vestager.

A Comissão Europeia afirmou que o Google "deu uma colocação proeminente em seus resultados de busca a seu próprio serviço de compras comparativo, rebaixando os serviços rivais".

De acordo com as regras da UE, o Google tem de mudar sua conduta no prazo de 90 dias. Caso contrário, a empresa americana enfrentará multas de até 5% do volume médio de negócios diários alcançado pela Alphabet, conglomerado que controla o Google. Mais importante para Google, no entanto, é que Bruxelas exigiu que o gigante tecnológico dos EUA altere suas práticas comerciais para atender às diretrizes da União Europeia.

O Google se opôs à decisão. "Estamos respeitosamente em desacordo com as conclusões anunciadas. Vamos rever a decisão em detalhes, enquanto consideramos apelar", disse o vice-presidente e conselheiro geral da empresa, Kent Walker, em comunicado.

O caso é um dos três da UE contra Google e de vários outros contra empresas americanas de sucesso, incluindo Starbucks, Apple, Amazon e McDonald's. Há cerca de um ano, Vestager chocou o mundo e irritou Washington com uma ordem contra a Apple, exigindo o reembolso de 13 bilhões de euros em impostos retroativos na Irlanda.

A multa pesada contra o Google é a maior já imposta na Europa por comportamento anticompetitivo, superando a de 1,06 bilhão de euros decretada em 2009 contra a Intel, fabricante americana de microprocessadores.

Fonte: terra.com.br