Publicado em 10/08/2017 as 9:00am

Cafeteria na Austrália cobra 18% a mais de homens para compensar salários mais baixo de mulheres

Diferença é doada para instituições que beneficiam mulheres. Homens não reclamam em pagar e gerente diz que iniciativa chega a atrair novos clientes.

Cafeteria na Austrália cobra 18% a mais de homens para compensar salários mais baixo de mulheres O café Handsome Her fica em Melbourne, na Austrália. (Foto Reprodução Facebook Handsome Her)

Uma cafeteria em Melbourne, na Austrália, está pedindo aos seus clientes homens que paguem 18% a mais pelo café como uma forma de compensação pelos salários mais baixos recebidos pelas mulheres. Segundo uma pesquisa, esse valor é a média de diferença entre o que homens e mulheres ganham por trabalhos semelhantes no país.

De acordo com a CNN, a taxa será cobrada durante uma semana a cada mês e, apesar de algumas críticas em redes sociais, ao menos por enquanto ninguém reclamou em pagar desde o início da cobrança, na última quinta-feira (3).

Belle Ngien, gerente do Handsome Her, disse à emissora que o local já chegou até a receber clientes que ficaram sabendo da iniciativa e foram até lá só porque queriam colaborar.

O valor recebido a mais será doado para instituições de caridade que beneficiam mulheres, e a primeira beneficiada será a Elizabeth Morgan House Aboriginal Women's Service, que atende mulheres aborígenes. Ngien não revela o valor, mas diz que centenas de dólares australianos já foram arrecadados.

Ela explica que cada café custa 4 dólares australianos, e, portanto, os 18% correspondem a apenas 72 centavos, valor que não parece incomodar os clientes.

Fonte: g1.globo.com