Publicado em 17/08/2017 as 11:00am

LeBron diz que Donald Trump faz "ódio voltar à moda" nos EUA

Astro rebate declaração do presidente americano, que no fim de semana responsabilizou os "dois lados" pelos incidentes raciais ocorridos em Virginia.

O polêmico discurso feito Donald Trump no fim de semana em virtude dos conflitos raciais ocorridos em Charlottesville, na Virginia, levou LeBron James a se manifestar veementemente duas vezes nesta terça-feira. Irritado com a afirmativa do presidente dos Estados Unidos, que responsabilizou os "dois lados" pelo ocorrido, o astro do Cleveland Cavaliers enfatizou que Trump deu uma lamentável demonstração de incentivo ao ódio.

- O ódio sempre existiu nos Estados Unidos. Sim, todos nós sabemos disso, mas Donald Trump acabou de fazer com que volteà moda novamente – postou LeBron de manhã em sua conta no Twitter.

A noite, durante um evento em sua fundação em Ohio, o jogador dos Cavs voltou a frisar a necessidade de uma reflexão de todos para que o racismo seja erradicado, e episódios como o do fim de semana jamais se repitam.

- Eu sei que muitas coisas trágicas estão acontecendo em Charlottesville. Eu quero falar sobre isso agora. Eu tenho essa plataforma e sou alguém que tem uma voz de comando e a única maneira de melhorarmos como uma sociedade e como pessoas é com o amor. E essa é a única maneira de podermos conquistar isso. Não se trata do cara que é o chamado presidente dos Estados Unidos, ou seja o que for. É sobre nós. É sobre nós olhando no espelho. Das crianças até os adultos. Todos nós olhando no espelho e dizendo: "O que podemos fazer para ajudar a mudar?

Fonte: Por SporTV.com Virginia, EUA