Publicado em 17/08/2017 as 3:00pm

Soldado americano morre após ataque contra o Estado Islâmico no Afeganistão

Soldado foi o 11º a morrer no Afeganistão em 2017, terceiro apenas neste mês. Vários militares americanos e afegãos ficaram feridos na mesma ação, segundo comunicado.

Soldado americano morre após ataque contra o Estado Islâmico no Afeganistão Soldados dos EUA e Afeganistão são vistos perto da vila de Asad Khil, ao leste de Cabul, em foto de 17 de abril. (Foto AP Photo - Rahmat Gul)

Um soldado dos Estados Unidos não resistiu aos ferimentos sofridos durante uma operação contra o Estado Islâmico (EI) no Afeganistão e morreu nesta quarta-feira (16).

Vários militares americanos e afegãos também foram feridos na ação, que tinha como objetivo "reduzir ainda mais a presença do grupo no país", afirmou o comando das tropas dos EUA em nota.

"Eles foram evacuados imediatamente para receber tratamento", indicou o comunicado.
Foi o 11ª soldado americano a morrer no Afeganistão em 2017, o terceiro apenas neste mês, depois de dois militares terem sido vítimas de um ataque a um comboio da Otan em Kandahar.

Na sexta-feira, o presidente dos EUA, Donald Trump, vai se reunir em Camp David com a equipe de segurança nacional da Casa Branca para avaliar a estratégia do país na guerra do Afeganistão.

A Otan continua no Afeganistão com cerca de 13 mil agentes em tarefas de assessoria e capacitação. Os EUA mantêm cerca de 8,4 mil homens como parte dessa operação e em missões antiterrorismo.

O governo de Trump estuda uma nova estratégia para as tropas americanas no país, enquanto a Otan pediu recentemente aos países-membros da aliança um aumento do efetivo no Afeganistão.

Fonte: g1.globo.com