Publicado em 24/10/2017 as 5:00pm

Bombardeio deixa 22 mortos perto de cidade síria de Deir Ezzor

Autoridade local acusa coalizão liderada pelos EUA por ataque, que teria atingido por erro bairro controlado pelo governo. Após três anos, cerco imposto pelo Estado Islâmico foi rompido em grande parte da cidade.

Bombardeio deixa 22 mortos perto de cidade síria de Deir Ezzor Bombardeio da coalizão liderada pelos EUA deixa ao menos 12 civis mortos na Síria.

Ao menos 22 pessoas morreram em um ataque aéreo de autoria desconhecida, nesta segunda-feira (23) à noite, perto de Deir Ezzor, cidade no leste da Síria controlada pelas forças do regime de Damasco, anunciou o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

Uma autoridade local síria e a televisão pública acusaram a coalizão liderada pelos Estados Unidos que combate o grupo Estado Islâmico (EI) de ser responsável pelo ataque, dando conta de um balanço de 14 mortos e 30 feridos.

O grupo EI controla uma parte de Deir Ezzor, mas o bombardeio afetou um bairro controlado pelo governo, e pode ter sido causado por um erro, segundo o OSDH, uma ONG com sede no Reino Unido.

Segundo esta organização, 22 civis foram abatidos no bairro de Al Qusur, no oeste da cidade, capital da província de mesmo nome, rica em petróleo.

Uma fonte do governo na cidade, que pediu anonimato ao falar com a AFP, e um repórter da televisão estatal acusaram os Estados Unidos dos bombardeios.

Até a noite desta segunda-feira, a coalizão não tinha se pronunciado sobre o ataque.

As forças do regime sírio, apoiadas pela Rússia, retomaram o controle de grande parte da cidade de Deir Ezzor após romperem, em setembro, o cerco imposto durante quase três anos pelo grupo EI em vários bairros.

O EI controla menos da metade da província de Deir Ezzor, seu último bastião na Síria, após a perda da "capital" do seu califado, Raqa, na semana passada.

Fonte: Por France Presse

Top News