Publicado em 25/10/2017 as 12:00pm

Mensagem “todos são bem-vindos” divide cidade em MA

Alguns moradores da pequena Groton pediram para tirar as rochas que possuem a mensagem com medo de imigrantes criminosos decidirem residir na região.

Mensagem “todos são bem-vindos” divide cidade em MA Inscrição em pedra gera divisão na cidade.

A mensagem parece inofensiva: “Todos são bem-vindos”. Mas é uma frase que colocou um ponto de interrogação e separou a pequena cidade de Groton (Massachusetts). Na segunda-feira, dia 23, aconteceu uma reunião onde alguns residentes apresentaram uma petição sobre remover ou não os oito pontos que mencionam a citação.

“O que realmente isso quer dizer?”. Esta é a pergunta que vem sendo feita por uma parte da população. Alguns acham que a palavra “todos” implica em qualquer pessoa, até mesmo imigrantes criminosos e terroristas, e “bem-vinda” é um ataque direto ao presidente Donald Trump e sua forte posição sobre a imigração ilegal.

O Democrata Jack Petripoulos disse ao jornal Boston Globe que é “sobre esta pequena palavra inofensiva que todos estão falando”.

A petição apresentada pede para que a mensagem "All Are Welcome" seja alterada para simplesmente 'Welcome' ou 'Welcome to Groton'. Na reunião de segunda, a cidade votou por uma margem "esmagadora" para manter os sinais como estão.

A petição foi liderada por Jack Saball, de 67 anos, um ex-vereador de Groton e capitão aposentado da polícia local. Ele acredita que as mensagens gravadas em rochas podem abrir a porta para imigrantes indocumentados. "isso pode incluir Groton como uma cidade santuário", disse. "Nós não queremos que alguém leia isso e pense que esta cidade tem uma política aberta para imigrantes".

Muitas pessoas estão levando para as redes sociais para expressar sua opinião sobre as rochas, que se encontram em várias partes da cidade. Um está situado na entrada de uma casa de culto hindu. Os oficiais locais insistem, porém, que seu posicionamento não é de forma alguma motivado pela política.

"Isso não é uma questão de cidade santuário, não é um sinal político ou religioso", explicou Petropoulos. "É uma maneira de dizer às pessoas que entram e saem da nossa cidade que este é um lugar acolhedor".

Enquanto vários habitantes locais estão chateados com as mensagens nas rochas, os usuários de redes sociais de todo o país têm demonstrado apoio à mensagem.

Fonte: Redação - Brazilian Times

Top News